sábado, 15 de março de 2014

Fazer versos é giro, mas difícil ...

Na quarta-feira fomos à Casa do folhas e a Leonor leu-nos alguns versos deste livro, pois estamos quase a festejar o Dia do Pai. 


 Ainda na biblioteca, surgiu a ideia de fazermos um convite aos pai para virem à nossa sala fazer uma atividade ou simplesmente estar um pouco connosco nesse dia. Mas a Leonor disse que o convite tinha de ser em verso, como os do livro que nos leu. Tarefa difícil! Pensámos em palavras: amor, carinho, ajudar, brincar, desenhar, pintar, amassar ...
Poucos - mas bons! - pronunciaram-se:

Catarina Silva:
Pai, Pai, Pai
Com amor e carinho 
Queres vir à escola
Brincar comigo? 


Miguel:
O meu pai é valente a valer.

Afonso Alves:
Pai vem à escola, para me ajudares a fazer um boneco grande. 

Francisca:
Pai, Pai, Pai
Eu gosto muito de ti e obrigada por vires aqui

Concordámos que o verso da Catarina era o mais bem conseguido para fazer o convite e o da Francisca era giro para dizer quando o pai se fosse embora e rimava muito bem.







0 Comments:

 
Templates Mamanunes