terça-feira, 25 de setembro de 2012

Dia de ir ao Polidesportivo

Passamos a ir ao Polidesportivo às terças-feiras, das 9:30 às 10:30. Mães, roupa prática e cabelos apanhados, por favor ...

h

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Algumas coisas que se disseram na reunião de pais


 Tal como prometi, aqui fica quase tudo o que foi dito na reunião de pais, na passada sexta-feira, dia 14.


O calendário de atividades  é o seguinte: início das atividades a 14 de setembro de 2012 e final do ano letivo a 5 de julho de 2013. A primeira interrupção letiva é de 19 a 31 de dezembro de 2012. A segunda interrupção será de 11 a 13 de fevereiro de 2013. A terceira interrupção será de 20 de março a 1 de abril de 2013. O segundo período inicia a 2 de janeiro e o terceiro período a 2 de abril de 2013. Conforme despacho legislativo em vigor, este calendário contempla também dias para avaliação de alunos e articulação com o primeiro ciclo, pelo que não há atividade letiva nestes momentos. O horário diário da componente letiva é das 9:00 às 12:00 e das 13:30 às 15:30. A componente de apoio à família funciona, no estabelecimento, supervisionada pedagogicamente pelos educadores de infância e é da competência da Câmara Municipal de Mafra a colocação de pessoal e gestão do mesmo. Os encarregados de educação foram também informados de que o atendimento aos mesmos irá ocorrer uma vez por mês com marcação prévia.
 O encarregado de educação, ou quem acompanha a criança, pode acompanhá-la à sala até às n09:15. Após essa hora, a mesma é acompanhada por uma assistente operacional. Será exigida identificação legal a todos os adultos que venham buscar a criança e que o pessoal docente ou não docente não conheça. Toda a roupa e outros objetos de uso pessoal como mochilas, lancheiras ou sapatilhas devem estar identificados em lugar visível. Será necessário um bibe para proteção da roupa e um chapéu da cor da sala, de preferência, para as atividades de exterior, assim como uma muda de roupa, em saco identificado. No dia da atividade de psicomotricidade a criança deve vestir fato de treino, sendo necessárias também sapatilhas, que permanecem na sala. Será distribuído um suplemento alimentar a meio da manhã, composto por leite escolar fornecido pela escola e podendo os pais complementar com fruta. A escola não se responsabiliza por qualquer objeto de valor ou brinquedo que a criança traga consigo. As crianças não podem frequentar o jardim de infância quando estão com febre ou com doenças infetocontagiosas, tais como o sarampo, a papeira, a varicela ou outras. Solicitou-se aos presentes o bom senso para analisar a situação de saúde da criança, de forma a não colocar em risco a sua saúde e a de outros. Desde que as faltas por doença sejam mais do que três dias, ao regressar deve ser apresentada a devida justificação médica. No caso de a criança necessitar que lhe seja ministrado um medicamento durante a sua permanência no jardim de infância, o mesmo deve ser entregue ao educador ou a quem a receber, devidamente identificado com o nome, a hora e a dosagem a administrar, acompanhados da respetiva cópia da receita médica. Quanto aos parasitas, os encarregados de educação serão contactados sempre que apareçam casos no estabelecimento, devendo proceder à desparasitação na residência e as crianças permanecem em casa, regressando ao jardim de infância, quando já não apresentarem vestígios desses mesmos parasitas. As crianças só podem ir a visitas de estudo com o “Termo de responsabilidade” assinado pelo encarregado de educação e o horário estabelecido para a saída tem de ser cumprido. Os presentes foram ainda informados que serão elaborados o projeto curricular de turma e o plano anual de actividades do estabelecimento, para os quais é solicitado o contributo dos encarregados de educação. Os referidos documentos serão posteriormente apresentados em reunião de encarregados de educação, bem como as datas das reuniões de entrega da avaliação dos seus educandos. Aos pais e/ou encarregados de educação solicitou-se o seu envolvimento no percurso escolar e a sua comparência nas reuniões, para as quais forem convocados. A não comparência implica a aceitação do que for deliberado nas mesmas. Os representantes de pais da nossa sala são a D. Isabel Afonso, mãe da Mónica,  e a D. Dina Gonçalves, mãe da Matilde.

Bom ano!

Fomos ao campo e avaliámos a semana


Avaliámos a semana:

- Então, do que é que gostaram mais da escola nesta primeira semana, meninos e meninas?
Mónica - Ai ... eu gostei tanto, tanto, tanto ...
Maria - Eu gostei muito, muito, muito ...
Tiago - Eu gostei muito de ficar aqui hoje e tive pena de ficar em casa na quarta-feira
Rebeca - Gostei muito de vir à escola e gostei muito de ir hoje ao campo.
Mia - Gostei de ver os animais, ir ao campo e de andar de triciclo e no escorrega.
Leonor - Eu gostei muito de ir ao campo e de estar aqui.
Octavian - Eu gostei de ver as vacas e gostei da pintura.
Catarina - Eu gostei mais do campo.
Miguel - Eu gostei mais de ver um crocodilo gigante - faz de conta - no rio, com o Afonso.

Fomos ao campo:


.

sábado, 22 de setembro de 2012

Primeira semana ...

No 1º dia choraram 3 ... no 2º dia choraram 2 ... no 3º dia chorou um ... no 4º dia não chorou nenhum! E  mais: sem chucha e sem a fralda, para aconchegar e aliviar a tensão. São uns lindos meninos, uns mais calados que outros, uns observam ainda ...foi com alegria que regressámos à escola.
Passámos a semana a cantar um pouco, ouvir histórias, dar colinho, brincar no recreio, conhecer os amigos e ainda fizemos pintura, que gostámos muito, e fomos ao campo, mas não está verde, como era costume vermos, mas seco, do calor.
A Leonor ainda nos tirou fotografias, para pôr nas molduras e marcar tudo o que precisarmos na sala com o nosso nome.





sexta-feira, 14 de setembro de 2012

A reunião de pais ..

Correu muito bem e gostámos de ver tantas caritas novas, rever os alunos "velhotes".
Deixo já ficar o powerpoint que foi passando ao longo da reunião geral e, assim que me for oportuno, colocarei aqui uma síntese da mesma.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Receção de encarregados de educação e crianças

A receção aos encarregados de educação e crianças vai ocorrer na próxima sexta-feira, dia 14, às 10:00.
A reunião de pais terá uma primeira parte, geral para todos os pais/encarregados de educação do ensino pré-escolar, presidida pela coordenadora do estabelecimento, professora Cristina Loureiro, e terá uma segunda parte, na sala da criança.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Os primeiros dias de jardim de infância

Damos as boas vindas a mais um ano e a todos os que nos acompanharão. Como vi este pequeno texto no blogue de uma colega, achei oportuno também o relembrar.

É um texto de Eduardo Sá, psicólogo clínico, psicanalista, professor de psicologia clínica na Universidade e autor de diversos textos de caráter pedagógico/educativo. São conselhos oportunos e, por isso, aqui ficam mais uma vez:
  1. É proibido insultar o jardim de infância chamando-lhe “escolinha”. Em primeiro lugar, porque é uma escola. Em segundo, porque todas as escolas ganhavam se ligassem brincar com aprender.
  2. É proibido que os pais imaginem que o jardim de infância serve para aprender a ler e a contar. Ele é útil para aprender a descobrir os sentimentos. Para aprender a imaginar e a fantasiar. Para aprender com o corpo, com a música e com a pintura. E para brincar. Uma criança que não brinque deve preocupar mais os pais do que se ela fizer uma ou outra birra, pela manhã, ao chegar.
  3. O jardim de infância assusta as crianças sempre que os pais – como quem sossega nelas os medos deles por mais um dia de jardim de infância – lhes repetem: “hoje vai tudo correr bem!”
  4. Os pais estão proibidos de despedir-se muitas vezes das crianças, ao chegarem todos os dias. E é bom que se decidam: ou ficam contentes por elas correrem para os amigos ou ficam contentes por elas se agarrarem ao pescoço deles, como se estivessem prestes a ser abandonadas para sempre. Já os pais que, secretamente, gostam das duas coisas são bons amigos dos maus pais…
  5. É proibido que as crianças vão dia sim, dia não, ao jardim de infância. E que vão, simplesmente quando os seus caprichos infantis vão de férias. E que não vão “só porque sim”. O jardim de infância não é um trabalho para os mais pequenos. É uma bela oportunidade para os pais não se esquecerem que se pode amar o conhecimento, namorar com a vida, nunca ser feliz sozinho e brincar, ao mesmo tempo.
  6. No jardim de infância não tem de ser obrigatório comer até à última colher; nem dormir todos os dias. E não é nada mau que uma criança se baralhe e chame mãe à educadora (ou vice-versa). Só é mau que sofra todos os dias, meses a fio, sempre que se trata de lá ficar.
  7. Os pais estão obrigados a chegar a horas quando se trata de uma criança regressar a casa. Prometer e faltar devia dar direito a que os pais fossem classificados como tendo necessidades educativas especiais.
  8. Os pais não podem exigir aos filhos relatórios de cada dia de jardim de infância. Mas estão autorizados a ficar preocupados se as crianças forem ficando mais resmungonas, mais tristonhas ou, até, mais aflitas, sempre que regressam de lá. E estão, ainda, autorizados a proibir que o jardim de infância só se abra para eles durante as festas ou sempre que uma criança esteja doente.
  9. O jardim de infância é uma escola de pais. E um lugar onde os educadores são educados pelas crianças. Um lugar onde todos se educam uns aos outros não é uma escola como as outras. É um jardim de infância.
  10. Um dia, num mundo mais amigo das crianças, todas as escolas serão jardins de infância!

 
Templates Mamanunes