quinta-feira, 18 de outubro de 2012

No dia em que a barrigou rebentou

Na quarta-feira, como já é habitual, fomos à Casa do Folhas ouvir "No dia em que a barriga rebentou" e está-se mesmo a ver que falava de comida ... quando chegámos à sala desenhámos os pássaros da história, tão comilões ...

"A história falava do Pai Bisnau, da mãe Bisnuca, dos  filhos Bisnica e Bisneco e constituíam a terrível Família Bisnau que só vivia para almoçar. E lanchar. E jantar. E cear. E comer a todas as horas do dia. Nem usavam talheres! Metiam as mãos, quer dizer, metiam as asas pelo tacho adentro e enchiam a boca de tudo o que conseguiam apanhar.  Todos os dias era o mesmo: grandes paneladas, muitos fritos e fritadas, chouriços e chourições, panelas e panelões com comidas gordurentas, batatas fritas e sumos, pastilhas, gomas e mais, tanto mais que já ninguém se espantou quando um dia a barriga do Bisneco rebentou!"

5 Comments:

M. Jesus Sousa (Juca) said...

Fiquei cheiíiiinha de vontade de conhecer essa história, deve ser o máximo!
Vocês têm muita sorte em ter a casa do folhas, ai têm, têm! Aproveitem!

Bjs, Juca e Sala Fixe

Cidalia said...

No dia a seguir o Rafael disse-me que não podia comer o pequeno almoço todo porque ficava como os passarinhos da história. Cada um interpreta como quer...malandro. Bjs

Galega Encarnada said...

É, de facto, uma história muito interessante, mas o Rafael que não se ponha com interpretações erradas ... ai ai ...

bjs,
Leonor

Augusto Sperchi said...

Olá Galega! Vim conhecer o seu espaço virtual e fiquei admirado com as postagens. As histórias bem contadas ensinam até mais que aulas bem preparadas. Sempre conto histórias para meus alunos e delas eles tiram muitos ensinamentos, além dos valores que levarão para toda a vida. Um abraço!

Galega Encarnada said...

Obrigada, Augusto, fiquei feliz com a sua visita. Vou também ver seu espaço.
Bj,
Leonor

 
Templates Mamanunes