sábado, 26 de fevereiro de 2011

Renião de Encarregados de Educação

 Pela importância que assume o envolvimento dos pais na vida  dos seus filhos, o qual deve estar sempre presente ao longo de toda a vida e de todo o percurso escolar, para que estes se desenvolvam de foram equilibrada, feliz e saudável, convidam-se todos os encarregados de educação a estarem presentes nesta reunião de pais.Informo que poderá ser passada declaração de presença para justificar ausência nos locais de trabalho.  Reunião pais 2010 2011
View more presentations from Maria Leonor.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Celebração do "contrato" com o Folhas





De manhã ainda fomos à Casa do Folhas "celebrar um contrato": fomos assinar o contrato de leitor, através do qual nos comprometemos a que quando requisitarmos livros para levar para casa, os vamos tratar como se fossem nossos filhos: com cuidado, amor e carinho!

Só puderam "assinar o contrato" com o Folhas, aqueles meninos cujos pais deram autorização e também já o tinham assinado anteriormente, no qual também se comprometem a auxiliar os filhos na sua leitura, compreensão e tratamento cuidado. Mas quem não assinou, ainda vai a tempo, pois o "contrato" está no Caderno de Recados.

Creio que não será necessário "pôr-me aqui com grandes discursos pedagógicos" sobre as inúmeras vantagens  de se ser precocemente leitor, mas não posso deixar de dizer que um bom leitor será no futuro um aluno de sucesso. A leitura  está directamente relacionada com a capacidade de expressão oral e escrita e com outras áreas que vão desde a matemática à música. Será bom pensarmos nisso, principalmente os pais que possam ter dito "Não" ao assinarem o contrato, para não terem "mais uma coisa com que se chatearem". Se esta actividade não fosse importante, nós, educadores, não nos "daríamos ao trabalho" de a ter. Por isso, e mais uma vez: é bom que se pense sobre isto.

Do que nos vamos mascarar no desfile ...

De manhã, na nossa sala, com a professora Lúcia e os amigos da sala 1, amigos do 1º ano do 1º ciclo, já decidimos em conjunto quais os dois símbolos da Paz que trabalhámos para nos mascararmos:  Pombas da Paz e Flores da Paz.   Até formámos os pares, e foi muito fácil, pois em igual número os meninos e meninas das 2 salas escolheram ser Pombas da Paz e Flores da Paz.  Assim, uma Flor da Paz de uma sala dará a mão a uma Pomba da Paz da outra sala. Vamos ser um amigo do 1º ciclo de mão dada com um amigo da Pré, uma Pomba e uma Flor de mão dada ...
Os bilhetes já seguiram hoje para casa para os pais nos auxiliarem e fazerem connosco uma parte da máscara.
Obrigado, pais e mães, vamos ficar lindos para o desfile, também com o vosso auxilio.
Qualquer dúvida que ainda persista sobre o "como fazer" devem perguntar a nós, que sabemos muito bem, ou às professoras Lúcia e Leonor.

Obrigado ... 


"A força das palavras"

Por me parecer pertinente dar uma explicação que a Ana, da Casa do Folhas, sem querer despoletou, e porque o comentário ficou "lá para trás", transcrevo aqui o post dela e a minha resposta, "à laia" da explicação que responde a esta questão:

- PORQUÊ MANTER UM BLOGUE ON LINE E ACTUALIZADO? - A explicação d' "o que se faz" e "porque se faz" no blogue
 Eliminar
Blogger voo do tapete disse...
"A FORÇA DAS PALAVRAS" Normalmente procuro comentar neste blogue dirigindo-me aos pequenos Galegos Encarnados, pois de facto, o blogue que a Leonor incansável e brilhantemente constrói, tem como objectivo principal partilhar e divulgar a maravilhosa aventura que é crescer e desenvolver-se numa sala de jardim-de-infância... esta, pela qual é responsável, estes meninos a quem desafia e com quem se desafia, dia-a-dia, a projectarem-se para a frente! Em suma, o blogue é deles! Desta vez, excepcionalmente, escrevo para "os crescidos" que visitam este blogue e que queiram ter a paciência de me ler... Este "post" co(moveu-me) como educadora, porque mostra claramente como pode ser desafiador, construtor de experiência e acrescentador de conhecimento um trabalho de projecto/pesquisa/explicitação como o que está espelhado neste exemplo. Escolhi para este meu comentário o título: "A força das palavras", frase que intitula um poema de Luísa Ducla Soares, porque foi exactamente o que senti logo que comecei a ler este "post". Tudo o que aqui se disponibiliza fez-me forçosamente pensar e sentir como funciona o pensamento, como se expressa pela palavra, como se reformula pela procura de uma nova forma de dizer... e como tudo isto se articula e ganha cor quando se trabalha para que o pensamento das crianças se revele na força das suas palavras! Não tenho mais palavras! Parabéns, Leonor, lindo, pedagogicamente EXCELENTE!!! Beijo GRANDE Ana
24 de Fevereiro de 2011 11:16
Eliminar
Blogger Galega Encarnada disse...
Amiga Ana ... comoveste-me com a compreensão que tiveste do que fiz e faço com o meu grupo. O blogue já me "consome" tanto tempo, que quando faço os post, sou rápida na descrição da actividade e raramente dou a explicação pedagógica do que se faz na sala, das diferentes actividades e tu, agora, fizeste-o de uma forma excelente! Não dou as razões de índole pedagógico, embora elas sempre estejam presentes e norteiem cada minuto de trabalho, por duas razões: 1- aos pais penso que interessa ter conhecimento "do que se faz" e, de forma ligeira "porque se faz", senão é maçador; 2 - aos educadores, a maioria que deixa comentários incentivadores ou sugestões de trabalho, e ainda são alguns, felizmente, e embora pessoalmente não nos conheçamos, mas estabelecemos por aqui uma relação de sincero apreço pelo que cada um faz e colaboração efectiva, penso que não necessita dessa explicação, porque as compreende como inerentes ao trabalho. Obrigado.
24 de Fevereiro de 2011 11:34     
Blogger 
Acrescento, contudo, que a quase ausência de comentários dos pais, ou de quem está próximo de nós, me fez já ponderar deixar de publicar. Quem é blogueira compreende se eu disser que "são os comentários que alimentam um blogue e o mantêm vivo", é a colaboração, a troca de palavras e de opiniões sinceras que motivam o continuar a publicar. Depois ... os amigos,os blogueiros, os conhecidos e desconhecidos,  lá me deram uma força ...

"E se a Paz se vestisse de Carnaval ... " - alguns poemas dos Galegos


Se o Carnaval se vestisse de água…
A água do José
vai para o boné
e limpar o chulé
e lavar o rabinho
no bidé
o rabinho do Tomé
e do Zé Bebé
o “É” de jacaré
de bebé, de Zé e do Tomé
e do Barnabé
dentro do café e do bidé.

Se o Carnaval se vestisse de flor…
Era um amor
Muito encantador
Por favor
De valor e de calor
Entre a flor
E o regador.

Se o Carnaval de vestisse de lenço…
 O lenço no ar
Sempre a abanar
E a parvar
A paz a chamar
O lenço a rodopiar
A voar e a abanar
E no castelo vai parar
E vai chamar
Ai… que ar, a miar
E o castelo a rodopiar
A bailar, a dançar
O príncipe e a princesa
Vão casar.

Se o Carnaval se vestisse de pássaro…
 Voaria como o avião
como o João
Que gosta do avião
Trapalhão do C130
Do dragão sem coração
Que deita fumo como o vulcão
E vai parar ao meio do chão
Como o tumba-lalão
Cabeça de gato e do cão
Não tem coração
Vai parar ao meio do chão

Este poema é do João
Do coração
Tum-lalão.

Se o Carnaval se vestisse de cor…
 De flor e de amor
De “carnavor”
Que amor, que cor… por favor!
Por favor, dá-me uma caneta com cor,
Com amor, com carinho e com calor.
Ó amor! Que calor!
Vamos para a praia
da Leonor
tomar banho, tem calor e é
um amor, ó Leonor!
E dá-me cor…

Se o Carnaval se vestisse de pão...
Se o pão
saltar do vulcão
ele não vai parar
à tua mão

o pão
vai saltar
do vulcão
para a televisão
para a boca
do cão
ão-ã…
e do Tiago choramingão.


Os poemas "Se a Paz se vestisse de Carnaval"

Pois hoje de manhã a Leonor tinha uma tarefa para nós: a partir das árvores das palavras que tínhamos já feito para aí no 1º período, e que eram estas:
ou utilizando outras palavras diferentes, mas que rimassem, trabalhar o tema "Se a Paz se vestisse de Carnaval", como fizemos ontem, mas hoje fazíamos com palavras o que ontem fizemos com desenho, pintura, recorte ...
A Leonor começou para nos mostrar como podia ser e depois foi fácil e até nos rimos com alguns dos disparates que saíram. E saíram assim:







Foi esta a surpresa que levámos para a Casa do Folhas, pois também nós somos escritores. Somos ou não somos?

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

À conversa com a escritora Vera Roquete

Hoje conhecemos uma escritora na Casa do Folhas que se chama Vera Roquete e que escreveu um livro que nós tivemos na nossa sala e que conta a história de um senhor muito muito distraído e de uma princesa choramingas. Mas nós também tínhamos uma surpresa ... e contamos já a seguir.

                                                          Esta é a escritora Vera Roquete


                                                A Ana a mostrar a nossa surpresa ...

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O nosso Painel da Paz ficou lindo...


Este foi o resultado do nosso trabalho de hoje e continuação do trabalho de ontem e ficou lindo, sim ...
Dividimos-nos por pequenos grupo e ...vejam como foi no filme ...


video

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Se a Paz se vestisse de Carnaval ...


Começamos hoje a falar do Carnaval ... afinal está já perto a data ...
O projecto deste ano desenvolve-se no âmbito daquilo a que os adultos chamam de "valores", o que já é bastante ambíguo e nem sempre fácil de falar connosco.  Ora o desafio de hoje era associar a "Paz" ao Carnaval. A Leonor começou por nos perguntar o que era contrário à paz, o "oposto", ajudou o Lourenço quando percebeu a ideia, pois ele tem "um livro de opostos lá em casa". Lá andámos a divagar, a falar mais uma vez da Paz, da Não violência, do oposto que é a guerra, a violência e isso, como já foi o nosso tema há umas semanas atrás, "estávamos à vontade". Mas não sabíamos como é que no Carnaval nos podemos mascarar de "PAZ"! 
- Ora a Paz não se vê ...  mas se se visse ... se ela fosse uma cor, que cor seria? Seria preto?
- Não ... Branco - disseram alguns meninos -  
 - Verde como a erva - disseram outros
- E se fosse um animal? Por exemplo, quando pensamos num leão pensamos em paz? 
- Ele é feroz ... então não ... uma pomba ...uma gaivota ... um pásssaro
- E se a Paz fosse uma flor?
- Margaridas como as Margaridas
- E se a Paz fosse uma bebida? 
- Água 
- E se a Paz fosse um alimento?
- Pão ...
- Está certo ... precisamos de água e de pão para termos Paz... e se a Paz fosse uma peça de vestuário?
Esta foi difícil ... dissemos calças ... casaco ... então a Leonor contou-nos como antigamente nas batalhas as pessoas se rendiam quando já não queriam lutar mais: erguiam um lenço ou um pano branco num pau. Assim descobrimos:
- Um lenço!

E pronto ... o que aqui parece ter sido rápido, não foi ... demorámos algum tempo a conversar estas coisas, mas foi uma descoberta para todos e já temos algumas pistas possíveis para as máscaras. Agora temos de falar com amigos da sala 1 do 1º Ciclo, para vermos o que eles querem fazer, pois vamos trabalhar em conjunto.
Mas só por este exercício ... já valeu a pena ...

 ( Foi a Juca que num repente me deu esta ideia, pois não estava a saber como "chegar até eles" ... já vi qualquer coisa parecida no teu blogue e agora resultou ... Obrigado!)

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Este post é para a Marilúcia, a mãe do Guilherme

A Leonor foi à biblioteca, á Casa do Folhas, com 2 meninos assistir ao  " Conto Contigo com a Sala 2"  às 10:30, que era a hora do nosso ginásio. Quando ela voltou encontrou um baile na sala e divertimos-nos IMENSO! E o espelho que a mãe do Guilherme nos ofereceu fez imenso jeito ...
video

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

O que sabemos do amor ...

- É estarmos felizes e gostarmos muito uns dos outros e quando os amigos estão tristes damos abraços e festinhas (Margarida Miranda)
- É arranjar amigos (Lourenço
- É a paz (Leonor, Ricardo)
- É pensarmos em coisas boas (Diogo Daniel)
- É dizer "Gosto de ti" ...  Um gatinho esfomeado tem falta de amor ...O amor é a amizade(Tomé)
- É ter amigos (Mariana)
- E quando os amigos estão tristes dar beijinhos, paz e amor (Margarida Dias)
- É dar beijinhos (Tiago, Guilherme Semedo)
- É dar abraços (Manuel, Mel)
- É dar carinho (Eduardo, Micaela)
- É dar abraços e carinho (Matias)
- Beijinhos na bochecha (André)

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O e-mail do Lourenço sobre a Arca de Noé

O importante neste post é a capacidade que algumas crianças demonstram já ter adquirido no que se relaciona com as novas tecnologias e o entendimento que têm da Internet. Temos enviado e-mails para crianças doentes em casa e ultimamente também temos  comentado o blogue da Casa do Folhas, espaço que nos permite ir tendo conhecimento de algum trabalho desenvolvido pelas crianças de todas as salas e eles compreendem como é importante ver, compreender e comentar positivamente o trabalho de outros. É ir aqui, à Casa do Folhas,  e ler os comentários que temos feito.

 Mas agora vamos a este post: na terça-feira o Lourenço ficou fascinado com uma Arca de Noé que estava num livrinho que vinha a acompanhar um jogo novo e mostrei-lhe onde estava o link da empresa e disse-lhe que ele podia ver com os pais em casa no livro e no blogue e disse-lhe como ver no blogue o link da empresa. Ele disse aos pais que contava até 4 (é o 4ª link que está em Sítio dos Adultos, aqui no blogue), mas os pais não compreenderam e hoje eu expliquei à mãe.
Mas ontem ele tinha uma questão:
- Quanto custa a Arca de Noé, Leonor?
- Não sei mas podemos saber ... podemos enviar um e-mail ...
 
Ele ditou, eu escrevi e ele copiou para um documento em Word. Passámos para o e-mail, enviámos hoje, pois ontem depois não tivemos tempo (estas coisas demoram!) e ele hoje disse-me logo de manhã que tínhamos de enviar. E já recebemos a resposta! Obrigado, Estêvão... E TUDO EM LETRAS GIGANTES!!!   (é mais fácil para identificar as letras no teclado do computador)

De: JI/Sala Encarnada [mailto:galegaencarnada@gmail.com]
Enviada: quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011 14:40
Para:
Assunto: Quanto custa a Arca de Noé?

AMIGO ESTÊVÃO

EU SOU O LOURENÇO E QUERO  SABER QUANTO CUSTA A ARCA DE NOÉ.

LOURENÇO

paraJI/Sala Encarnada
data17 de fevereiro de 2011 14:53
assuntoRE: Quanto custa a Arca de Noé?
enviado porgmail.com
assinado porgmail.com

OLÁ AMIGO LOURENÇO. FIQUEI MUITO CONTENTE COM O TEU EMAIL, PRINCIPALMENTE POR ME CHAMARES AMIGO.

OLHA, A ARCA DE NOÉ CUSTA PARA A ESCOLA, €86,53.
É UMA ARCA GRANDE DE MADEIRA MACIÇA, COM RODINHAS PARA ANDAR. O TELHADO DA PARTE DE CIMA TIRA-SE PARA SE PODER BRINCAR NO INTERIOR. E A CASINHA DE CIMA TAMBÉM SE TIRA PARA SE PODER BRINCAR DENTRO DA ARCA. TEM UMA PORTA LATERAL, LEVADIÇA, QUE QUANDO SE BAIXA SERVE DE RAMPA DE ENTRADA PARA OS ANIMAIS ENTRAREM PARA O INTERIOR DA ARCA. VEM COM MUITOS ANIMAIS AOS PARES, E TEM TAMBÉM O NOÉ E A MULHER DELE.
ESPERO QUE GOSTES TAMBÉM DO MEU EMAIL.

FICO À ESPERA DA TUA RESPOSTA, QUE PODE SER SÓ UMA OPINIÃO SOBRE A ARCA DE NOÉ.

Atenciosamente,
Estêvão Vidasinha
AMUSED TOYS, LDA
Pç. Pasteur, nº 11- 7ºD    1000-238 LISBOA
Tel. +351-96 656 62 36/ +351-96 298 01 14
Fax: +351-218 400 095
www.amusedtoys.eu   amusedtoys@oniduo.pt

E foram assim os trabalhos do amor e da amizade...


video 
Falta o texto sobre o que eles pensam sobre "estas coisas", mas vem outro dia aqui ... hoje o papel ficou na escola ...

Quanto ao coração gigante, ele teve vários contributos:
- Meu, que sugeri um coração gigante e bolinhas de papel vermelhas...
- a Sónia recortou o coração, quando eu só o queria desenhado para poder escrever na cartolina à volta dele, mas não disse nada...
- eu sugeri papel vermelho, mas algum deles, já não sei quem, sugeriu duas cores: vermelho e rosa...
- eu sugeri então que fizéssemos uma fila de vermelho, uma rosa, uma vermelha ...
- E o Lourenço disse que não! Que podia ser aos círculos ...
-  A Sónia fez vários círculos e ele disse que:  "Não! São círculos que depois vão ficando pequeninos" ...
- Não tínhamos onde escrever as frases! O Matias sugeriu que as escrevêssemos em papel pequenino e eu sugeri que puséssemos um pauzinho pequeno a segurar (fósforos já gastos);
- O Matias sugeriu uma fita de embrulho amarela a toda a volta...
- Mas como a fita de embrulho que temos é estreita, eu sugeri aquela papel dourado e  ... pronto! Ficou lindo! 

Depois ainda fizemos mais trabalhos e um deles foi um coração com areia colada, só que a areia não é areia ... é o gesso que estragámos no Natal ao "inventarmos gesso de cor" e que se esfarelava e a Sónia sugeriu que reciclássemos para colagem. Obrigado, Sónia, foi uma óptima sugestão!


Como mudei de computador e não vi o vídeo, não sei se tem a ver com a versão que se tenha do Windows, deixo aqui o trabalho num outro recurso. Repete-se, mas assim ficam duas possibilidades.



segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Dia de S. Valentim: Dia do amor, da amizade, do carinho, da paz, dos abraços e dos beijinhos ...



Foram as palavras referidas pelos meninas e meninos hoje na sala  ... 
Também temos fotos do principal trabalho de hoje, mas têm de esperar ... a Leonor vai jantar com os seus 3 amores ...:)

As "Surpresas" e o "Conto contigo" na Casa do Folhas

Os textos não são meus, mas faço minhas as palavras da Ana pela importância que o partilhar saberes representa no processo de crescer e de "aprender a aprender".
Bem-hajas, Ana, por tão sábias palavras.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

E anda a amizade no ar ...




A minha amiga blogueira, A Juca, do Bloguefólio enviou-me estas imagens que ela criou. Optei pela menina ...não está linda?

Foi uma rica prenda e fiquei mesmo feliz!  São estas pequenas/grandes coisas que me fazem continuar a publicar por aqui.

Bem-hajas, amiga ...

sábado, 12 de fevereiro de 2011

A cantina da nossa escola: o que serve?

Passo a transcrever uma pequena parte de uma notícia que está no blogue da Associação de Pais da nossa escola:

"Visita à Cantina da Escola 

No passado dia de 20 de Janeiro, a pedido da APPG, foi efectuada uma visita à Cantina da Escola, na presença da C.M. Mafra, para validar in-loco a qualidade do serviço de almoços proporcionado pela Componente de Apoio à Família (CAF). Eis as principais observações/ conclusões por parte da APPG: (...)" 

E agora para saber mais só tem de clicar aquiMAIS PAIS, MELHOR ESCOLA

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

A prova do bolo ...

 De manhã conversámos e ponderámos se partilhávamos os bolos com as outras 3 salas ou se o comíamos sozinhos. Tirando um ou dois meninos pequeninos, e que por isso ainda estão a aprender a partilhar, todos os outros quiseram partilhar. A Leonor ficou feliz com a decisão da maioria e depois disse que fez a pergunta já para ver se éramos bons a partilhar as coisas com os outros.
 E agora mostramos aqui o nosso lanche da tarde: bolo de iogurte, dos Galegos Encarnados, e os Enroscados, os bolos que a sala Amarela fez e também partilhou.
Dos bolos só ficaram as migalhitas ...




quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

O ebook da Margarida Miranda

A Ana, da Casa do Folhas, fez este ebook, que é um livro em suporte digital, do livro que a Margarida lá tinha ido partilhar no mês passado.  Nós já o vimos na sala e gostámos muito, muito...
Obrigado, Ana e Folhas.
Myebook - A FESTA DO ENCONTRO DAS BORBOLETAS - click here to open my ebook

Bolo e ... batido de banana!

Pois é, andámos muito atarefados esta manhã, pois além do bolo ainda fizemos batido com a máquina ... máquina não, perdão, "electrodoméstico" que a Leonor levou. Bom, uns meninos/meninas fizeram-se de esquisitos, mas lá beberam qualquer coisinha. Já outros beberam e repetiram e repetiram ... 
Estava muito bom e a banana tem muito magnésio, uma palavra nova que aprendemos hoje, e é a fruta dos desportistas sabiam? Dá muita energia... 



O bolo do Matias e do Tomé e ... de todos!

O Matias e o Tomé trouxeram a receita do bolo de iogurte, que eles gostam  muito e a mãe faz muito bem. Um menino fez anos no fim-de-semana e queria um bolo e assim, alguns contribuíram com os ingredientes e batemos o bolo hoje. Falámos ainda das medidas, dos diversos instrumentos que servem para medir diferentes coisas, do código de barras e, mais uma vez, o que era a data de validade. Todos bateram o bolo e deve ter sido por isso que ficou tão bonito. Não comemos hoje, porque uma menina e um menino não foram à escola de tarde. Assim, vamos partilhá-lo amanhã ao lanche com as outras salas. Não comemos mais, comemos menos, mas o importante é mesmo partilhar.



De tarde, e a propósito de uns rebuçados, a Leonor contou-nos uma história que era do filho dela quando ele tinha a nossa idade: "Cário e Bactério", dois amigos que vivem nas bocas dos meninos quando eles não lavam os dentes e esburacam,  raspam e fazem buracos horríveis que fazem doer muito. E a seguir fomos logo lavar os dentes ...
 E o bolo?  A Leonor levou o bolo para casa dela à hora do almoço e cozeu-o no forno dela, pois o nosso forno daqui da escola já em tempos com a mãe do Martim, a Sónia (aquela a quem nos referimos quando dizemos:"E história acabada e vai um bocadinho de bolo da mãe Sónia!"), nos deu trabalho que chegue...
Ficou assim:




Esta mensagem é para o Guilherme Ginja ...

O Guilherme ausentou-se para uma intervenção cirurgica e nós quisemos enviar-lhe um e-mail (cujo endereço está errado e veio devolvido, mas o que conta é a intenção ...) a dizer:

Desejamos as tuas melhoras, amigo.

Foi o Lourenço e o Matias que estiveram a escrever.



Sombras chinesas com as nossas mãos e até com o nosso corpo!

No dia seguinte, quarta-feira, fomos partilhar com o Folhas os nossos trabalhos e ele também tinha uma surpresa para nós: sombras chinesas! É assim: estava um retro-projector que emite luz para a parede e nós sentamos-nos numa cadeira e de lado fazíamos gestos que os outros tentavam adivinhar o que era. Assim, as nossas mãos foram pássaros, dinossauros, serpentes, foram colo, abraços, um passarinho mãe a dar de comer ao seu filhote, a dar beijinhos, fizemos de avião ... foi  muito, muito giro e tivemos de ser muito criativos para criar aquelas coisas todas. De facto, as nossas mãos são FANTÁSTICAS! Mas quando fazem coisas boas, doces e belas.
A Ana também tirou fotos e está a preparar a noticia. Depois têm de lá ir ver ... nós pomos aqui quando já lá estiverem.


E as nossas mãos servem para ...

No seguimento do filme anterior, perguntámos-nos que trabalho fazer acerca do filme. Então resolvemos recortar a nossa mão, decorá-la, dizer para que servem e depois fazer um painel comum. Primeiro fizeram o trabalho o grupo dos mais velhos e no dia seguinte os mais velhos, cada um deles, ajudou um mais novo. Assim aprendemos uns com os outros e aprendemos a auxiliar.
Ficou assim:


quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Conto contigo

"Conto contigo" é uma actividade da biblioteca e que nós fomos assistir ao conto "Tino tonto" contado pela Joana.


Cliquem aqui em cima para ler e ver como foi.
Na sala já recontámos a história muito bem,   já lemos a notícia no blogue do Folhas e até deixámos comentário!
Adorámos o conto da Joana!

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

As mãos ...

Estivemos a ver este filme agora sobre as mãos e o que se pode fazer com elas. Com as mãos pode fazer-se um baloiço, uma gaivota, podemos-nos pentear, fazer desenhos, fazer corações, um escorrega, fazer uma escada, fazer uma ponte, fazer uma árvore, fazer as pernas das pessoas e muitas outras coisas. 
As mãos só não servem para fazer mal, não matar as árvores, as aves, os animais e as pessoas. As mãos são para dar carinhos e abraçar.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

O que é a Paz e a Não-Violência?

Depois de falarmos, e falámos longamente, sobre o que era a Paz e a Não Violência, fizemos este trabalho...


O que podemos fazer com as mãos?

Esta semana, desde a segunda-feira, começamos a trabalhar o tema da Não-Violência e da Paz, que se comemorou no dia 30 de Janeiro. Na nossa escola vamos trabalhar este tema durante pelo menos uma quinzena. Das muitas coisas que queríamos fazer com as nossas mãos ... foi pintar. Então aproveitámos um dia de sol magnifico para virmos pintar para a rua. Uns meninos pintavam com as mãos, chama-se digitinta, enquanto outros brincavam e depois íamos-nos revezando. Temos de repetir, porque gostámos muito. Não fazemos mais vezes, porque faz uma grande sujeira e é mais fácil fazer na rua para depois limpar as mesas ...


O que a Marilúcia nos trouxe ...

Esta semana tivemos a visita da mãe do Guilherme Ginja, a Marilúcia, a quem desde já agradecemos os mimos que nos trouxe.
Ela trouxe-nos um espelho, que é muito importante para apreendermos melhor como somos e o que podemos fazer com o nosso corpo, por exemplo, quando estamos a brincar. Tem uma moldura vermelha, a cor da nossa sala, e ficámos super contentes com esta prenda.

 E a pedido do Guilherme, que ajudou a fazer um deles, trouxe 2 bolos fantásticos para o nosso lanche!

Um deles vinha tão quentinho que trazia ainda vapor de água na caixa. Sabem o que é o vapor de água? A Leonor explicou-nos e até podemos sentir as pequenas gotas de água na mão ...

 
Templates Mamanunes