sábado, 29 de janeiro de 2011

A experiência e a história que partilhámos na Casa do Folhas

Na sexta-feira oferecemos-nos para voltar à Casa do Folhas e partilhar mais uma história inédita da Margarida Miranda e uma experiência que fizemos acerca do oxigénio. Esta experiência já tinha sido feita há umas semanas atrás e surgiu após a referência de uma criança acerca do brincar com sacos plásticos. Fizemos na biblioteca a mesma abordagem que tínhamos feito em sala, ou seja, que os sacos servem para guardar ou transportar coisas, que os devemos poupar, pois eles demoram muitos, muitos anos a degradarem-se e são uma fonte poluidora do ambiente e que brincar com eles ... NUNCA! Falámos que necessitamos de oxigénio para respirar e que ele se gasta se a nossa cabeça ficar completamente tapada com um saco e que o mesmo acontece se fecharmos a boca e as narinas para não entrar nenhum ar, nenhum oxigénio. E fizemos esta experiência para seguidamente fazermos a experiência com as velas. Ora vejam as imagens do momento ...
Se quiserem ver como a Ana contou esta notícia na Casa do Folhas, cliquem aqui

Com o que nos ocupámos particularmente esta semana

Esta semana descobriram no site do ABC BEBELÊ umas fichas das letras para recortar e colar e como rapidamente aprenderam como imprimir, alguns meninos do mais velhos andaram muito interessados em fazer o Livro das Letras. Vão no bom caminho e até já tive o aviso de que tinha de comprar tinteiro preto, pois as letras estão a sair cinzentas!

Como temos falado de linhas curvas, rectas, fechadas, abertas e paralelas e que são com elas que desenhamos as letras, os números, as figuras geométricas, que desenhamos e tudo o que se regista é com estas linhas, a Leonor fez-nos uns puzzles diferentes: escolhemos uma imagem de revista, fez diversas linhas, recortámos e depois tínhamos que voltar a montar a figura e colá-la de forma a fazer a imagem original. E não pensam que foi fácil ...


A história circular do Lourenço e do Diogo

 Sempre que é oportuno falamos de temas tão diversos que, na mesma conversa, podemos "viajar" da Matemática à Ciência, à História, Geografia... Todos os saberes são transversais e no pré-escolar, talvez mais que noutro nível de ensino, eles interligam-se continuadamente. Assim, reflexo das minhas conversas em sala e, certamente, das muitas pesquisas feitas em casa, o Lourenço deu "andamento" a esta história com o seu amigo Diogo Daniel. Claro que o Lourenço, fascinado que é pelos dinossauros, sabe imensas coisas sobre o assunto e isso reflecte-se nesta história. 
A pedido da Juca tento aqui descrevê-la, tendo-a fotografado por partes e seguindo a ordem estabelecida por eles.


A história que o Lourenço e o Diogo criaram é uma história circular, ou seja, tem um ponto de partida e um ponto de chegada. Começa na Terra, na era dos animais antigos...

que viviam na Pré-história...

No lago dos dinossauros havia um pequeno peixe que ia ser comido por um peixe maior do que ele. Ele bateu com a cauda e fez uma onda dentro da água...

E no céu andava um terodonte ...
E uma outra espécie de terodonte...
Por fim, chegados ao momento da chegada, é o fim da Vida, pois um meteorito caiu na Terra!

sábado, 22 de janeiro de 2011

Partilhar com os outros as nossas histórias

Às sextas-feiras, no intervalo da manhã, há agora uma actividade em que todos podem ir partilhar com os amigos o que quiserem à Casa do Folhas: pode ser uma história, uma canção, um jogo ... tudo o que a imaginação permite. Nós fomos levar duas histórias, porque esta semana alguns meninos, não tantos como a Leonor desejava, produziram histórias, umas são o reconto de histórias que ouvimos, outras foram imaginadas por nós. Levámos o reconto da Leonor e uma história criada pelo Lourenço e pelo Diogo Daniel. A Ana, da Casa do Folhas, já reportou esta actividade e escreveu-a tão bem, que eu vos remeto para a página do Folhas para verem como foi, clicando aqui.
Também vos deixo a junção de todas as fotos da actividade.


A farinha que se transformou em muitas coisas

Porque temos andado a falar desta estação do ano - Inverno - que tanto frio nos trouxe agora, das suas características, o que a distingue das outras estações do ano, como tínhamos farinha fora de prazo -  e lá recordámos o que é o prazo de validade, cuidados ao consumir alimentos, tipo de alimentos - fizemos massa de cores e divertimos-nos muito. É que a farinha é leve e branca como a neve e por isso nos lembrámos de fazer esta actividade.
Aí estão as imagens para verem como foi.


sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Era uma vez ...um aniversário!

O pai da Margarida comemorou o seu aniversário e embora pergunte sempre a todos os meninos se querem fazer uma prenda para o/a aniversariante, nem todos querem. Mas não aconteceu isso com a Margarida e sugeri que fizesse um livro para oferecer ao pai e saiu assim:


À Margarida peço desculpa de só agora colocar aqui as fotos, pois ela pediu que as tirasse e as colocasse aqui no blogue. Quanto ao pai ... parece que ele gostou muito e até ia levar o livro para o trabalho, para que os colegas dele vissem esta prenda feita com o coração, com muito amor da sua filhota.

Finalmente ... as pipocas do João!

O tempo nem sempre é, e nem sempre o gastamos, de forma a que todas as tarefas se realizem num tempo óptimo. Peço desculpa pela ausência e de forma sucinta, passarei imagens de algumas das actividades mais pertinentes para as crianças realizadas neste período de 2 semanas.
Assim, no dia 11 o João trouxe a sua tão falada máquina de fazer pipocas e ela é fantástica! Liga-se à electricidade, colocam-se lá os grãos de milho e pronto! Pipocas feitas! É que até aqui, quando fazíamos pipocas, precisávamos de um fogão, tacho e óleo e demorava muito tempo para fazer pipocas para todos.  Assim, foi tudo num instante. A Leonor ainda aproveitou para falarmos de outras máquinas, os electrodomésticos, que nos auxiliam no dia-a-dia e de como era há muitos anos atrás, por exemplo, sem televisão, sem computador, sem telemóvel ... Também falámos dos cuidados a ter quando são manuseados. 
As pipocas estavam deliciosas!!!



No fim de comermos as pipocas, o João e o Eduardo foram desenhar a máquina e até precisaram de a ver à frente. Foi desenho à vista!

domingo, 9 de janeiro de 2011

Os novos galegos ... piriquitos!

Temos mais dois ocupantes na sala: dois piriquitos que a Laura e o Manuel ofereceram para a sala. Ainda não nos dedicámos a pensar em nomes para eles, porque esta primeira semana já foi bastante ocupada. Pensaremos nisso mal seja oportuno.
Obrigada Laura e Manuel!

sábado, 8 de janeiro de 2011

Os Reis cantam as Janeiras aos amigos do 1º ciclo

Andámos durante a semana a ensaiar na sala Azul uma canção para cantarmos as Janeiras aos amigos do 1º Ciclo. No dia 6, Dia dos Reis, de manhã, a Sala 6 do professor Francisco veio cantar-nos as Janeiras e à tarde cantámos nós a canção que andámos a ensaiar aos poucos durante a semana.



As coroas dos Reis Galegos

Para o Dia de Reis cada um fez uma coroa, pois os Reis Magos também tinham uma. Ficou decidido que cada um faria a coroa como quisesse e imaginasse e quem precisasse de auxílio pedia à Leonor. Claro que quem mais precisou foram os mais pequenos, porque os mais velhos estão muito despachados!
Um menino fez os bicos da coroa assim:

 E depois fizemos outros trabalhos a partir daquele:

Eis aqui algumas fotos do processo...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Ainda o Natal...

Encontrei na máquina, esquecidas após esta pequena interrupção do Natal, ainda estas fotos. O Ricardo e a sua mãe foram o Pai Natal e trouxeram uma prenda para cada um de nós. Juntamos ainda algumas fotos de uma parte da nossa festa de Natal. Pois é ... mais vale tarde do que nunca ...


A Fada dos Dentes

Na segunda-feira, primeiro dia de aulas deste ano que agora se inicia, tivemos a visita da Drª Helga que nos trouxe um fantástico teatro de fantoches. A história era sobre uma menina que ao dormir pedia à Fada dos Dentes uma nota de 5 euros pelo dente que lhe tinha caído, mas a Fada só queria dar 1 cêntimo, pois o dente tinha uma cárie. É que ela não tinha tratado bem dele!


 

A oferta da Regina

A amiga Regina, do Brasil e do blogue A arte de Contar e Encantar na Educação Infantil dedicou-me este selinho que eu agradeço muito. Obrigado, Regina, AMEI!

 
Templates Mamanunes