terça-feira, 10 de maio de 2011

Direito - o que é? Direito a quê?

Hoje a conversa de tarde e de grande grupo foi sobre "direito", porque o Dia Mundial da Criança aproxima-se e a escola tem um programa de rádio para gravar, ah, pois é ...
E o que quer dizer "DIREITO"? Fomos ao dicionário de Português que temos na sala procurar a letra D, de Diogo, de David, de dado ... e o Diogo Daniel ajudou: direito, entre outras coisas, é uma coisa de lei!!! Era o que lá diz... Então o que é o DIREITO?
As respostas e a conversa (que parece pequena, mas durou das 13:45 às 14:40) , que tentei tanto quanto possível registar, foram:
- É andar direito - Tomé
- Andar MUITO direito! - Manuel
- Ficar direito com o corpo - Eduardo
- Falar com calma - Bárbara
- Sentar ao colo da mãe - Matias
- Direito de dar coisas - Lourenço
- Direito de partilhar coisas - Guilherme Ginja
- Andar a pé direito - Matias
- Direito de ser muito amigo dos amigos e emprestar roupa aos amigos - Eduardo
- Direito de ter amigos - 
- Dar coisas aos pobres - Lourenço
- Direito de brincar - Diogo Daniel
- Direito de dormir - Margarida Miranda
- Dormir onde, perguntei eu
- Na cama ...
- Onde? - perguntei eu
- no quarto ...
- No quarto onde? -  perguntei eu
- Na casa ...
- Então todos temos direito a dormir na cama, que está num quarto, que está numa casa? Todos temos direito a uma casa? - perguntei e todos concordaram - então já estão aqui alguns dos vossos direitos:
Direito a ter uma casa, Direito a ter um colo - colo da mãe, do pai ... de quem? São quem? Responderam "a Família".Então têm também o direito a ter uma família. Têm ainda o direito de brincar, como disse o Diogo Daniel ... e têm mais direito a quê?
- Eu tenho direito a fazer uma pirâmide com livros e a acampar - Lourenço
- Tenho o direito de ir à praia da Ericeira - Bárbara
- Tenho direito a ir à praia do Sul - Tomé
- Tenho direito a ir à piscina - Manuel
- Então têm direito a quê? - perguntei eu -  Ao desporto?  - e concordaram
- Vamos agora pensar noutra situação: a história do Maté ... - disse eu - quando ele foi atropelado, quem o socorreu?
- A ambulância
- Então ele teve direito a quê?
- Ao médico
-Então, as crianças têm direito ao médico, à saúde, concordam?
- Vamos pensar noutra coisa ... com o Maté ia a mãe e ela também foi atropelada ... veio a ambulância e quem socorreram primeiro?
- o Maté, porque ele é criança ... é o primeiro a ser socorrido - Leonor (pequena)
- Então têm direito à saúde e direito a ser primeiro socorrido em caso de acidente ... Agora vamos ainda pensar noutro assunto ... Eu não me chamo "coisa" e nenhum de vocês se chama "coisa" ... eu chamo-me Leonor e cada um de vocês tem um nome, certo? nome próprio e depois o apelido da mãe e do pai (e dei o exemplo do meu nome e depois alguns deles foram levados a pensar qual era o seu nome próprio, o apelido da mãe e do pai). Vou agora mostrar-vos alguns cartões ...


E destes cartões só um é o meu Bilhete de Identidade, porque tem a minha foto, a minha impressão digital, que é única, nome da mãe, do pai, data de nascimento ... podíamos até cada um fazer o seu ... a Maria João já tem o Cartão de Cidadão, o qual junta alguns destes cartões da Leonor, mas ... em ambos diz isto: "República Portuguesa", que é que isto quer dizer?
- São portuguesas ...
- Agora vamos a umas perguntas difíceis: e uma pessoa que viva em França?
- Franceleiro - Matias
- Francês - corrigi - e se vivesse em Itália?
- Italianos
- Espanha?
- Espanhóis
- China?
- Chineiro
- Chinês - corrigiu a Margarida Miranda
- e se vivesse em Timor (sabia esta difícil ...)
- Timoneiro
- Timorense - corrigi- então todos nascemos num país, certo? Temos direito a uma nacionalidade, que é ser cidadão de um país ... vamos agora ver este pequeno filme e amanhã ou depois vamos falar de outra coisa bem importante: os vossos deveres ...

4 Comments:

M. Jesus Sousa (Juca) said...

Fantástico... por tão belo trabalho têm todos direito a receber os parabéns!

Bjs, Juca e Sala Fixe

Galega Encarnada said...

Obrigado ... a conversa de tarde correu bem, porque de manhã, com a excitação das fotografias do fotografo, de seguida ninguém me deu ouvidos ...

Bjs, Juca

Anónimo said...

Acho que se os habitantes desse paises que foram falados tivessem realmente o nome que as crianças lhes punham eramos com certeza todos mais contentes ou melhor mais bem dispostos! chineiro não é giro e tal do frãnces não é comico? beijinhos e obrigado mãe Matias e Tome

Galega Encarnada said...

E eles metem-se sempre comigo por causa da Ericeira ... :)

 
Templates Mamanunes