quinta-feira, 3 de março de 2011

Votar qual o livro que queremos levar para a Estafeta do Conto

Hoje recebemos o Jardim do Milharado que nos veio passar o Testemunho da Estafeta do Conto, mas antes, na sala, quando a Leonor explicou o que era a Estafeta do Conto, que são contos que percorrem todas as salas de todas as escolas do 1º ciclo e jardins de infância do Agrupamento, disse-nos que tínhamos de decidir qual o conto que íamos contar. Um de nós sugeriu uma história feita por nós e em livro só ainda temos duas: a da Margarida Miranda, e que já foi partilhada numa sexta-feira na Casa do Folhas, e uma do Lourenço e do Guilherme Ginja, Como só podíamos levar uma, a Leonor propôs que "votássemos" como os adultos fazem quando há eleições, por exemplo, para escolher o Presidente da Republica, que é o senhor que governa o nosso país, como os pais "governam" as nossas casas. Arranjámos uma "urna" para pôr os votos e a Leonor explicou o que era um voto: era um papel com dois quadrados e um algarismos: 1, para a história para do Lourenço e do Guilherme e 2 para a história da Margarida. 



Depois a  Margarida contou todos os votos e somámos: houve 13 votos para o livro 1, o do Lourenço e Guilherme, 9 votos para o livro 2, o livro da Margarida e houve um voto "em branco", ou seja, um menino não quis votar. Faz 23 votos, o número dos que votámos. Ganhou o livro 1, do Guilherme Ginja e do Lourenço. Mas o livro da Margarida já tinha sido partilhado e até está em formato digital na Internet, portanto está bem assim.


2 Comments:

M. Jesus Sousa (Juca) said...

Estão mesmo a ficar crescidos... até já votam!
É uma óptima maneira de exercitar a democracia desde pequeninos...

Bjs, Juca e Sala Fixe

voo do tapete said...

Amigos!

FANTÁSTICO!

O Folhas e a Ana acham mesmo que assim, com esta experiência, todos vocês perceberam o que significa votar!

O Folhas e a Ana ADORAM as PALAVRAS, mas desta vez apetece-lhes dizer:

- NÃO HÁ PALAVRAS! :)

Beijinhos

Folhas e Ana

 
Templates Mamanunes