sábado, 19 de março de 2011

Ao nosso querido PAI...

Durante a semana dedicámos-nos a fazer a prenda para o PAI, ler histórias, fazer desenhos e textos sobre ele, a quem nós muito amamos.
E agora já podemos dizer o que lhe damos hoje: a partir das nossas palavras, a Ana fez-nos a surpresa de fazer um poema e nós gostámos tanto que fizemos uma coisa muito simples, que foi fazermos lá o carimbo da nossa mãe e dos nossos dedos e pôr num embrulho em forma de rebuçado. Depois em casa, combinámos fazer o jogo que fizemos aqui na escola: escondemos a prenda e o PAI tem de a descobrir.
A seguir têm algumas imagens dos trabalhos.


E este é o poema da Ana e do Folhas a partir das nossas palavras que eram estas:

PAI
 (A partir das palavras da Sala Encarnada)

Ó pai, querido amigo,
(trabalhador incansável para que eu tenha tudo)
adoro quando me deixas ser
teu ajudante: quando dizes
que és tu o cozinheiro do jantar
e me deixas experimentar…
É doce
o sabor de estar perto de ti
e de te ter aqui, feliz, a brincar comigo!

Às vezes imagino-te pássaro, talvez pomba,
e lá do alto do telhado do nosso prédio,
onde subimos os dois numa corrida,
lanças-te no ar e eu rio
num voo louco às tuas cavalitas,
e faço piu-piu aos quatro ventos!

Gosto de te ver bailarino,
pegar na mãe e fazê-la dançar,
pareces uma estrela a brilhar, a brilhar
no meio da música a tocar… e a mãe ri,
de olhos fechados, embalada por ti…

Às vezes
transformas-te num “monstro martelador”,
e fazes um barulho irritante
a pôr pregos nas paredes
– principalmente porque a mim não me deixas martelar…

Gosto
quando me chamas para o sofá
e me pões no teu colo fofinho, confortável
e falas comigo ou me contas uma história…

Às vezes também fico à espera que me ergas no ar,
quando te dá aquela vontade de me pegar
como se eu fosse uma pena,
gosto de sentir a tua força boa
e de ficar de pernas para o ar.

E de repente
dás-me aquele beijo amoroso à hora de deitar,
que me ajuda a adormecer pela tua mão
e a saber que vou sonhar,
e ser mergulhador de sonhos fantásticos!...
Amo-te, pai.

Feliz Dia do Pai!
Folhas e Ana

3 Comments:

M. Jesus Sousa (Juca) said...

Simples, bonito e com muito dignificado, assim é o vosso presente para o pai.
Parabéns e um dia muito feliz para todos.
Bjs,
Juca e Sala Fixe

Galega Encarnada said...

Obrigado, Juca. Quanto ao embrulho, reparaste que foi "inspirado" nos teus lápis gigantes? E eram para ser lápis, mas depois eles quiseram rebuçados e faz sentido ...E só quando já estava tudo embrulhado é que nos lembrámos que podíamos lá ter posto um rebuçado a sério...

Bjs e Feliz Dia.
Leonor

Anónimo said...

Que lindo trabalho para o dia do PAI!
Tenho pena que a prendinha para o papa ca de casa, venha atrasada,mas como dia do pai e todos os dias, quando chegar,chegara a tempo concerteza.
Um beijinho para todos os PAIS,e um muito especial para o meu,claro.

 
Templates Mamanunes