quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

"A força das palavras"

Por me parecer pertinente dar uma explicação que a Ana, da Casa do Folhas, sem querer despoletou, e porque o comentário ficou "lá para trás", transcrevo aqui o post dela e a minha resposta, "à laia" da explicação que responde a esta questão:

- PORQUÊ MANTER UM BLOGUE ON LINE E ACTUALIZADO? - A explicação d' "o que se faz" e "porque se faz" no blogue
 Eliminar
Blogger voo do tapete disse...
"A FORÇA DAS PALAVRAS" Normalmente procuro comentar neste blogue dirigindo-me aos pequenos Galegos Encarnados, pois de facto, o blogue que a Leonor incansável e brilhantemente constrói, tem como objectivo principal partilhar e divulgar a maravilhosa aventura que é crescer e desenvolver-se numa sala de jardim-de-infância... esta, pela qual é responsável, estes meninos a quem desafia e com quem se desafia, dia-a-dia, a projectarem-se para a frente! Em suma, o blogue é deles! Desta vez, excepcionalmente, escrevo para "os crescidos" que visitam este blogue e que queiram ter a paciência de me ler... Este "post" co(moveu-me) como educadora, porque mostra claramente como pode ser desafiador, construtor de experiência e acrescentador de conhecimento um trabalho de projecto/pesquisa/explicitação como o que está espelhado neste exemplo. Escolhi para este meu comentário o título: "A força das palavras", frase que intitula um poema de Luísa Ducla Soares, porque foi exactamente o que senti logo que comecei a ler este "post". Tudo o que aqui se disponibiliza fez-me forçosamente pensar e sentir como funciona o pensamento, como se expressa pela palavra, como se reformula pela procura de uma nova forma de dizer... e como tudo isto se articula e ganha cor quando se trabalha para que o pensamento das crianças se revele na força das suas palavras! Não tenho mais palavras! Parabéns, Leonor, lindo, pedagogicamente EXCELENTE!!! Beijo GRANDE Ana
24 de Fevereiro de 2011 11:16
Eliminar
Blogger Galega Encarnada disse...
Amiga Ana ... comoveste-me com a compreensão que tiveste do que fiz e faço com o meu grupo. O blogue já me "consome" tanto tempo, que quando faço os post, sou rápida na descrição da actividade e raramente dou a explicação pedagógica do que se faz na sala, das diferentes actividades e tu, agora, fizeste-o de uma forma excelente! Não dou as razões de índole pedagógico, embora elas sempre estejam presentes e norteiem cada minuto de trabalho, por duas razões: 1- aos pais penso que interessa ter conhecimento "do que se faz" e, de forma ligeira "porque se faz", senão é maçador; 2 - aos educadores, a maioria que deixa comentários incentivadores ou sugestões de trabalho, e ainda são alguns, felizmente, e embora pessoalmente não nos conheçamos, mas estabelecemos por aqui uma relação de sincero apreço pelo que cada um faz e colaboração efectiva, penso que não necessita dessa explicação, porque as compreende como inerentes ao trabalho. Obrigado.
24 de Fevereiro de 2011 11:34     
Blogger 
Acrescento, contudo, que a quase ausência de comentários dos pais, ou de quem está próximo de nós, me fez já ponderar deixar de publicar. Quem é blogueira compreende se eu disser que "são os comentários que alimentam um blogue e o mantêm vivo", é a colaboração, a troca de palavras e de opiniões sinceras que motivam o continuar a publicar. Depois ... os amigos,os blogueiros, os conhecidos e desconhecidos,  lá me deram uma força ...

1 Comment:

Anónimo said...

Ola!
1-MUITO OBRIGADA,...POR TUDO!
2-POR FAVOR,NAO DESISTA!
Nao so por conveniencia minha como encarregada de educaçao,mas tambem por gostar de acompanhar o seu "vosso"trabalho.
E tambem sei o quanto e importante para si mostrar os trabalhos MAGNIFICOS que tem executado.So tenho pena de nem sempre comentar,mas sempre que posso,(ESTOU CA).
Com agradecimento especial,um abraço de coraçao,mae Isabel.

 
Templates Mamanunes