sábado, 29 de janeiro de 2011

A experiência e a história que partilhámos na Casa do Folhas

Na sexta-feira oferecemos-nos para voltar à Casa do Folhas e partilhar mais uma história inédita da Margarida Miranda e uma experiência que fizemos acerca do oxigénio. Esta experiência já tinha sido feita há umas semanas atrás e surgiu após a referência de uma criança acerca do brincar com sacos plásticos. Fizemos na biblioteca a mesma abordagem que tínhamos feito em sala, ou seja, que os sacos servem para guardar ou transportar coisas, que os devemos poupar, pois eles demoram muitos, muitos anos a degradarem-se e são uma fonte poluidora do ambiente e que brincar com eles ... NUNCA! Falámos que necessitamos de oxigénio para respirar e que ele se gasta se a nossa cabeça ficar completamente tapada com um saco e que o mesmo acontece se fecharmos a boca e as narinas para não entrar nenhum ar, nenhum oxigénio. E fizemos esta experiência para seguidamente fazermos a experiência com as velas. Ora vejam as imagens do momento ...
Se quiserem ver como a Ana contou esta notícia na Casa do Folhas, cliquem aqui

2 Comments:

M. Jesus Sousa (Juca) said...

Já lá andei na Casa do Folhas, mas não consegui encontrar a história, nem o tal separador E-books... ;(

Não me querem dar umas dicas de como fazer?

Gostava de a conhecer, pois tenho na sala um menino que brinca muito com sacos e, por mais que lhe digam, não acredita que pode ser perigoso.

Para´bens pelo vosso trabalho, a experiência também pode ser uma forma de o T. descobrir que estou mesmo a falar a sério.

Bjs, Juca e Sala Fixe

Galega Encarnada said...

Olá, Juca
O separador está mesmo por baixo do nome da escola, mas a Ana ainda não o pôs lá.A história é sobre a amizade, não dos sacos plásticos. Eles perceberam muito bem que tal como a vela consome o ar/oxigénio e se apaga, também o oxigénio no saco termina e se pode morrer "sem ar".
Bjs,
Leonor

 
Templates Mamanunes