sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Feliz ...

Que se realizem os nossos sonhos, os nossos projetos ...

domingo, 25 de dezembro de 2011

A viagem do Pai Natal

A viagem já acabou, mas vale a pena consultar ... (clique na imagem, sff)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL, FELIZ ANO NOVO


Desejamos a todos os nossos amigos, e menos amigos, pois também são importantes, um Santo e Feliz Natal, um Feliz Ano Novo. 
Que a paz, o amor, a amizade, o perdão e a concórdia reine nos nossos corações. Que o Ano Novo seja a realização de todos os nossos nobres projetos. (clique na imagem abaixo, sff)

Pontos nos ii



Na página 14 do Jornal do Agrupamento temos a nossa contribuição. Consultem clicando na imagem.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Reunião de pais e entrega das avaliações

Por calendário escolar aprovado pelo Conselho Pedagógico do agrupamento, lembramos que se realizará a reunião de pais e entrega das avaliações amanhã, dia 23, pelas 9:00. 
A ordem de trabalhos é a seguinte:

- Apresentação do Plano Anual de Atividades
- Apresentação do Projeto Curricular de Grupo
- Entrega das avaliações

Desde já agradeço a presença de todos.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Já estamos também no Facebook!

Hoje, como estavam poucas crianças, a Leonor esteve com alguns dos meninos a criar a nossa página no Facebook, para alguns pais e amigos que queiram seguir-nos por lá, pois as chamadas "redes sociais" são cada vez mais importantes.
Lá partilharemos algumas das nossas atividades e a Leonor partilhará ligações que pensar serem úteis e pertinentes, que de outra forma não poderia partilhar. Assim, a Galega Encarnada agora está aqui:

sábado, 17 de dezembro de 2011

Os pais representaram para nós

Foi uma bela surpresa e agradecemos aos pais que aceitaram o desafio de dramatizarem uma história de Natal para nós do conto de José Fanha OS SAPATOS DO PAI NATAL. Gostámos muito, muito. Para ver mais sobre esta semana também podem ir ao blogue da Casa do Folhas.

Prenda para a família

Agora já podemos mostar a prenda que foi para casa já ontem, embora ainda tenhamos mais dois dias de aulas, pois decerto alguns de nós vão ficar em casa com os irmãos e familiares.

Feliz Natal - AEC

Uma turma das AEC também tiveram uma prenda para nós: lindas canções de Natal (a professora de música que me perdoe, mas esqueci o nome).

Os "Sons da sopa" que hoje nos deram os amigos

Pois a Mónica andou a ensaiar com 1 menino de cada sala a história que ela nos tinha contado e cantado e que tanto sucesso teve em toda a escola. Hoje fomos assistir e os amigos estiveram muito bem ...

Conta-nos histórias ...

Foi outra das atividades ao longo da semana. Às salas do jardim de infância, Sala Polivalente e Casa do Folhas estiveram os pais/mães a contarem uma história de Natal. A cada uma destas salas, às 10:30, deslocavam-se 2 meninos de cada sala (os que quisessem, claro)para ouvir a história. Fica aqui as fotos de segunda-feira, do pai do Rafael, na nossa sala.


O soldadinho de chumbo

A professora Cristina Gonçalves e Carla Vilar ensaiaram os amigos que nos presentearam com a peça de fantoches "O soldadinho de chumbo" e os fantoches para a peça foi feito um por sala e, assim, todos colaborámos.

E o grupo da Casa do Folhas disse assim ...

A Ana, da Casa do Folhas, juntamente, creio, com a mãe Mónica, ensaiou com alguns meninos de várias salas e ao longo da semana passou por todas as salas. Na nossa sala foi assim:




sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Marmelada que é doce ...

Esta semana ainda fizemos marmelada e cada um de nós levou uma tacinha pequenina (pedimos desculpa, mas não deu para mais) junto com a prenda que levámos para casa feita por nós. Agradecemos à D. Graciete, mãe do Francisco, que nos mandou os marmelos e o açucar. Ainda fizemos geleia de marmelo, mas não ficou pronto ainda. 


Presépios 3 R's e outros

Esta foi uma das outras propostas: os pais poderem partilhar connosco presépios deles, de casa, ou realizar um com material reciclado. E aqui estão eles:

Árvores de Natal 3 R's

Eis aqui umas das propostas feita às famílias: realizar em casa uma Árvore de Natal 3R's, ou seja, utilizando apenas material reciclado. Vieram árvores lindas e peço desculpa pela ausência dos nomes e se acaso não estão todas.
 Uma atividade a repetir.

Estrelas de Natal ... com papel reciclado




Aprendemos a fazer estas estrelas com a Ana da Casa do Folhas e depois na sala só os mais velhos é que conseguiram fazer e tivemos ainda a ajuda da Graça, que estava na nossa sala nesse dia.

A semana da Festa da Família

Não tivemos apenas um dia de festa de Natal e de final de período, mas uma semana inteira de atividades em que uns fizeram atividades para os outros e os pais também fizeram atividades para nós e estas são daquelas prendas que não se vêm, mas são muito importantes. O calendário da semana de atividades, organizada pela Leonor, pela educadora Susana e pelas professoras Carla Vilar e Cristina Gonçalves foi esta:


SEGUNDA (12)
TERÇA (13)
QUARTA (14)
QUINTA (15)
SEXTA (16)
9:30 /10:00





10:00/10:30


Teatro

Sons da sopa – Associação Pais e crianças de todas as salas
10:30/11:00
Conta-me histórias (por pais/familiares)
Conta-me histórias (por pais/familiares)
Conta-me histórias (por pais/familiares)
Conta-me histórias (por pais/familiares)

11:00/12:00
Grupo do Folhas
Grupo do Folhas
Grupo do Folhas
Grupo do Folhas

14:00/ 14:30


Teatro
Teatro
História do Natal - Associação de Pais 
Sorteio do Cabaz de Natal
14:30/15:30




Lanche de Natal

domingo, 11 de dezembro de 2011

Apesar da crise, prenda para a família

Ora vão poder ver já algumas fotos do trabalho-surpresa que fizemos a pensar na família. Podemos dizer que é para dar, ou pôr, Luz. A Leonor diz que precisamos de Luz nas nossas vidas ...

O resultado final só mostramos aqui depois de terem sido levadas para casa.

O presépio e o Menino 3

Pois esta semana ainda nos dedicámos a 3 importantes tarefas planeadas na segunda-feira: a decisão do que fazer e a planificação do trabalho de expressão plástica para levarmos para casa no final das aulas deste período, a propósito dos presépios que os pais estão a enviar para a escola, decidimos fazer as figuras principais do presépio e que são o S. José, a Nossa Senhora, o Menino Jesus, o burro e a vaca e ainda terminar o fantoche para a peça de teatro que os meninos da sala 1 e sala 4 estão a ensaiar para a semana representarem. O trabalho que vamos levar para casa ainda não podemos contar, é surpresa, mas, com o material que temos na sala, começámos na ideia de uma coisa muito pequena proposta pela Leonor e depois de muito conversarmos acabámos numa coisa totalmente diferente e grande! Quanto ao fantoche, à nossa sala calhou o "Menino 3" (quem será o Menino 3? não sabemos ...) que ficou assim:
O nariz, tão giro, foi ideia da Mel e a cabeça sabem de que foi feita? Esponja de um assento da cadeira da cozinha da Leonor. Depois as roupas foram "talhadas" e cortadas pela Leonor, que sabe como se faz, porque a mãe Florinda, que é a mãe dela, foi costureira, e a Mel e o Tomé, que dizia que sabia "muito bem cozer, como a avó" dele, cozeram as roupas. A Graça Querido fez as botas e o chapéu e os cabelos encarnados foram feitos pela Sónia.
Aqui mais algumas imagens ( a Leonor esqueceu-se da máquina e só tinha o telemóvel, por isso há poucas fotografias, quando comparado com as que costuma tirar).

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Os pedidos ao Menino Jesus - "o importante é invisível para os olhos"

Na sexta-feira a Leonor foi substituída pela colega Sandra que fez este trabalho tão giro: os pedidos ao Pai Natal! Muito obrigada, Sandra, por teres passado o dia connosco.


Ontem a Leonor esteve a ver o que pedimos ao Pai Natal e todos pedimos brinquedos, exceto a Mónica, que pediu uma coelha como a Fluffy, a Mel, que pediu uma secretária e o Miguel, que pediu um cavalo. Depois de muito conversarmos, a Leonor chamou-nos a atenção, e conversámos muito, sobre as coisas que todos os dias precisamos e não se veem com os olhos: a saúde, a felicidade, o amor, a casa para vivermos, a família, o emprego para os pais, a alimentação, a educação, beijos, carinho, abraços, a paz. Também estivemos a descobrir as palavras opostas, por exemplo, o oposto de guerra é a paz, tristeza/alegria, cheio/vazio, saúde/doença ... algumas dificuldades e vamos ter de insistir neste conceito ...

A Leonor escreveu essas coisas que são invisíveis para os olhos no armário e hoje resolvemos fazer de tarde um cartaz com os pedidos ao Menino Jesus. Ficou bonito:


E o filme da atividade:




As atividades da semana da Festa da Família

 Hoje estivemos a fazer o horário da semana da Festa da Família, pois vamos ter atividades ao longo da semana e na sexta-feira temos o lanche com os pais e familiares. Ficou assim:





Ora aqui está ele:



A professora Carla Vilar fez as letras grandes, a Leonor fez os dias da semana, alguns de nós pintaram  por cima e depois embelezámos com brilhantes. Utilizámos lápis de pastel e gostamos muito de trabalhar com estes lápis que são moles e dá para depois esborratar com os dedos, o que faz um efeito bonito.

O enfeite de Natal para enviarmos para a EB 2,3 da Venda do Pinheiro

Pois foi-nos feito o convite para fazermos uma bola de Natal para enviar para a sede do agrupamento e ajudar a embelezar a entrada da escola. Fizemos assim: o suporte onde se fixam as cápsulas do nespresso recortadas é uma bola de um autoclismo que se avariou o ano passado em casa da Leonor e depois fixámos as cápsulas com cola e alfinetes . Pena é que não temos mais bolas de autoclismo avariados ...  :)


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A prenda da tia da Verónica

A semana passada levámos a prenda que a tia da Verónica fez para ela nos oferecer no dia em que festejámos o aniversário dela. Adorámos!  Eram animais que voavam com o vento, muito leves...





domingo, 27 de novembro de 2011

Leitura criativa da imagem: Todos iguais, todos diferentes

Esta foi a imagem (retirada da Internet) da semana passada.



Então a história coletiva ficou assim:

Era uma vez um pato chulé que não lavava o pé, estava todo malcheiroso e o biquinho a cheirar mal.Os patos que são pretos dizem:
 - Ó amarelo ... XOOOO! Não venhas para aqui ... tu ainda és mais pequeno do que nós e podes magoar-te. Isto é muito alto. Espera aí um bocadinho que já vamos brincar contigo.
- Atenção !!! Vocês é que podem cair ... Ajudem-me a subir ...
- E eles fazem quá-quá ... vão para a água a cantar:
"Todos os patinhos
sabem bem nadar ... 
sabem bem nadar
Cabeça para baixo 
Rabinho para o ar ... ar
Quando estão cansados
Da água vão sair
Da água vão sair
Depois em grande fila
Para o ninho querem ir .."

Para concluir:
- Então,meninos e meninas, eles são todos iguais ou diferentes?

E depois de alguma conversa difícil, porque são conceitos não muito fáceis de compreender para crianças tão pequenas, lá chegámos à conclusão, uns mais facilmente que outros e alguns nem lá chegaram, que são todos iguais porque são patos, mas todos diferentes, porque seis são negros e um é amarelo e mesmo os negros devem ser diferentes porque uns podem ser mais gordos que outros, podem ter um bico mais bicudo que outros, mais altos uns do que outros... ... Todos iguais, todos diferentes.


O nosso autorretrato

Nesta semana, reduzida a 3 dias (a Leonor esteve doente), a atividade principal começou na segunda-feira, a propósito dos "Gormiti" do ... do ... já não sei bem se foi o Miguel ... Bom, mas a propósito dos Gormit e se eram todos iguais ou todos diferentes, fomos ver como é que nós somos: todos iguais?  todos diferentes? Ou todos iguais e todos diferentes? Arranjámos um "atelier" para fazermos o nosso autorretrato, pesámo-nos e medimos a nossa altura, para depois nos descrevermos. Ainda não terminámos ...tudo isto demora tanto tempo ...
 

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Porque a Promoção da Saúde é importante em contexto escolar

Agradavelmente surpreendida, e orgulhosa, pois faz referência ao meu estudo no âmbito do  mestrado em Saúde Escolar, deparo-me com esta apresentação que ocorreu na Faculdade de Medicina Dentária (2008) e  cujo conteúdo continua atualizado. 
 A ver ...




sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Como vendemos o doce?

Depois do doce feito, e temos de agradecer à Sandra, que foi de uma ajuda enorme, combinámos quanto ia custar cada frasco e fizemos em folhas A4 o anúncio da venda do doce, indo a todas as salas da escola. 
Aprendemos com esta atividade:
- a registar;
- a falar do dinheiro, da sua importância e aquilo que com ele pagamos;
- a importância de poupar, para que o dinheiro chegue para pagar o que necessitamos e aquilo que às vezes, embora não precisando, queremos comprar;
- a conhecer as moedas de 50 cêntimos, 1 euro e 2 euros e a fazer o troco, se fosse necessário;
- levámos para vender aos nossos colegas 38 frascos.
  O doce estava mesmo, mesmo muito bom! 

Esta semana fizemos "outras coisas", mas estas foram as atividades mais marcantes e que gostámos muito de realizar. Para a semana queremos fazer marmelada.

Como se faz o doce de abóbora?

Esta semana, e depois do convite à Sandra, a mãe da Mel, fizemos o doce de abóbora. O que aprendemos:
- a registar;
- a pesar;
- a descascar e a cortar a abóbora em partes;
- separar as pevides;
- a fazer contas, porque pesámos a abóbora antes e depois de cozida;
- as balanças são instrumentos que servem para medir o peso dos objetos e das coisas e o peso das pessoas e dos animais;
- o doce leva em açúcar o mesmo peso da abóbora cozida  (mais de açucar amarelo do que branco), paus de canela e raspas de limão.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Carta para a Sandra - e o doce?

Fizemos esta carta para a Sandra, a mãe da Mel, que vem amanhã à nossa sala fazer o doce de abóbora. Esperamos que ela tenha gostado, pois ainda deu trabalho, mas também ... nada se consegue sem trabalho, não é?




O bolo dos nossos aniversários




O registo dos nossos aniversários que fizemos numa tabela serviram para depois sabermos em que mês era o nosso aniversário e quantos de nós o festejavam no mesmo mês. Fizemos um bolo gigante, cada fatia é um mês. Está bem ...as velas que a Leonor desenhou mais parecem do Natal, mas também já estamos quase no Natal ... 
Terminámos este trabalho a semana passada.

Registo da experiência "Flutua ou não flutua"?

De tarde fizemos o registo e para isso, alguns de nós quiseram repetir a experiência assim:

E o barquinho flutuou ...

A propósito dos barquinhos de casca de noz que a mãe da Mel nos trouxe, ficámos com a pergunta:"Numa taça com água, será que ficam ao de cimo - flutuam - ou vão para baixo - não flutua? Muitos de nós ainda acharam que não flutuava e registámos no quadro, para depois irmos confirmar se sim ou não flutuava. E vimos que flutuavam, porque é muito leve, como a castanha, a cortiça, a bolinha de plástico, o fósforo, a bolota, a caixa metálica, que embora grande, não foi ao fundo, a folha da árvore e a madeira. Não flutuou, porque era muito pesada, a moeda, o laço de massa, o botão, a tesoura e o gancho do cabelo da Valéria.

Os medronhos

A nossa imagem que estava exposta desde a semana passada, e muito a propósito da história "A castanha e o medronho" é aquela fotografia e hoje tivemos uma surpresa: não é que os pais do Rafael nos mandaram um ramo de oliveira com azeitonas e medronhos? Pois a propósito disso estivemos a falar do azeite, da oliveira, como se faz o azeite, em que é utilizado, os benefícios do azeite na nossa alimentação ... ... e outras coisas. Soubemos, por exemplo, que o Tomé sabia como se faz. Depois fomos olhar a fotografia e "ouvimos o que ela nos dizia". E disse isto:

"Era uma vez seis medronhos que queriam ir para o chão jogar à bola, mas de repente, veio um melro e comeu o ... como é que eles se chamam? 
- Matana (Matilde+Ana), Vejoão (Verónica+João), Catafi (Catarina+Filipe), Dimi (Diogo+Miguel), Guigui (Guilherme+Guilherme), Vamó (Valéria+Mónica) ... veio o melro e comeu o Dimi. Os irmãos gritaram, os ramos abanaram e o melro fugiu. O Dimi ficou triste, mas depois vieram muitos pássaros porque ele estava madurinho e comeram-no. Alguns frutos são alimento para os animais e as pessoas. Os que não foram comidos pelos pássaros, caíram no chão com o vento e ficaram perto das castanhas, que também tinham caído ao chão. Depois as castanhas e os medronhos transformaram-se em arvores que deram muitas castanhas e medronhos.
História acabada e vai um bolinho para a Sala Encarnada!"

Parece que apreendemos muito bem a história da semana passada e estamos de parabéns por isso.

domingo, 13 de novembro de 2011

Outras atividades da semana

Vamos ainda mostrar-vos fotos de outras atividades desta semana:

                         Dividimos todos os jogos pelas gavetas e contámos as peças uma a uma.


Os dois livros do Manuel: um livro que fomos até mostrar à Ana e que podemos talvez dizer que é simultaneamente dois livros num só, porque vendo-o de uma maneira, tem as letras impressas para pessoas que podem ler e visto ao contrário é um livro escrito em Braille, que é para as pessoas invisuais ou cegas, que são as pessoas que estão impossibilitadas de ver. Também trouxe um segundo livro, o da segunda foto, que é de animais. 


Descobrimos como se faz castanho e verde, que era para fazermos um trabalho de expressão plástica com castanhas e medronhos, na sequência da contagem das castanhas, mas depois ficámos nas intenções, porque se meteram outros trabalhos e outras atividade. Para a semana vamos utilizar.

A Mel e a mãe também fizeram estes trabalhos em casa, mas nós já não tinhamos castanhas para fazer ... o ano passado alguns meninos também fizeram estes ratinhos e fizeram umas tartarugas com as cascas das nozes. Para a semana vamos fazer uma experiência: será que os barcos flutuam ou vão ao fundo dentro de água?

sábado, 12 de novembro de 2011

O Magusto ...

... muito dado a modernices e portanto não houve a tradicional fogueira, como a Leonor ainda se lembra e nos contou como era quando ela era pequena. Foram os pais da Associação de Pais que as levaram e as assaram para nós. Muito obrigada, pais! E nós contribuímos para não sujar o chão com cascas e libertar as mãos e fizemos umas coisas muito giras, que já fizemos o ano passado e que a Leonor viu aqui algures na net.
Ficaram assim:


A aventura da castanha e do medronho

Ao longo da semana falámos do S. Martinho, quem era ele, o que era o magusto de S. Martinho ...  vimos um trabalho feito pela Juca, a nossa amiga "virtual",  e outro feito pela Ana França, a nossa amiga da Casa do Folhas. O grupo que organizou esta atividade e que terminou no dia 11-11-11 (data tão gira!), pensou numa história que foi contada em todas as turmas e cada turma fez depois o puzzle que lhe calhou e foi colocá-lo na história gigante. Chamava-se "A aventura da castanha e do medronho", uma história muito bonita e ecológica. Com ela também aprendemos que as sementes das plantas podem ser transportadas pelos animais, por nós, seres humanos, e pelo vento.

 Inventámos rimas:
- S. Martinho, S. Martinho, come as papinhas e a aguinha
- S. Martinho, levanta o bracinho
- S. Martinho levanta a perninha
- S. Martinho mexe a mãozinha
- S. Martinho pisca os olhinhos
- S. Martinho abana a cabecinha
- S. Martinho mexe os pezinhos
- S. Martinho bate as palminhas ... ...
Assim, também falámos mais uma vez das diversas partes do corpo.

 A história formatada pela Ana:





Aqui ficam as imagens da nossa história:




 
Templates Mamanunes