segunda-feira, 19 de julho de 2010

O que é um blogue?

Li no blogue de uma colega, a Juca, algumas considerações sobre blogfolio, no âmbito de  uma disciplina do mestrado que frequenta. As interessantes conclusões também as partilho neste espaço, com a devida autorização.

"(...) Foi muito interessante discutir com dois colegas experientes acerca deste espaço virtual, dando-o a conhecer melhor, explorando-o por diversas perspectivas e, no final, registando o que foi dito. E as conclusões a que chegamos foram as seguintes:
  • É um instrumento detentor e organizador de informação;
  • É dinâmico, pois evidencia processos e produtos;
  • Inclui informação significativa (para crianças, docentes e pais), organizada e contextualizada no tempo;
  • Contém evidências reflexivas dos processos, mediadas pela educadora;
  • É interactivo, uma vez que permite trocas de informação/intercâmbios entre pessoas / contextos diversos;
  • Constitui-se como um repositório de recursos, pois permite o acesso a documentos, sites e blogues considerados de interesse no âmbito a que se reporta;
  • Permite novas aprendizagens;
  • Pode assumir-se como estratégia de trabalho colaborativo, numa construção conjunta do crescimento, numa visão holística e ecológica.
É um Portfolio digital, sim senhor,  mas "com gente dentro", como diria Idália Sá-Chaves...".

Obrigado, Juca.

domingo, 18 de julho de 2010

Avaliação do Dia Mundial da Saúde - 2010

Num momento em que tudo se avalia, partilhamos, com autorização da Coordenadora do estabelecimento, Cristina Loureiro, dois documentos elaborados no âmbito de avaliação de actividades de uma forma mais rigorosa, objectiva, científica. Poderão ter algumas lacunas metodológicas, mas acreditamos que essas, e são apontadas no interior dos documentos, serão ultrapassadas por um cada vez maior rigor, informação, formação e treino.
A avaliação, fulcral em todas as profissões, é fulcral também no campo educativo, pois através dela se pode avaliar práticas e reformular procedimentos.

Por favor, clique no canto inferior direito para ter acesso um global do documento.

Avaliação do Dia do Não Fumador - 2010

Aquando da actividade do Dia do Não Fumador foi prevista uma avaliação objectiva da mesma, à qual se procedeu à elaboração do respectivo relatório, que se partilha e apresenta seguidamente.

Avaliação das crianças do Dia do Não Fumador
View more documents from Maria Leonor.
Por favor, clique no canto inferior direito para ter um acesso global do documento.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

É por palavras assim que vale a pena continuar ...

Pela vontade de uma criança me dar de presente um coração, por este representar um bocadinho do seu coração para mim, segundo a criança e isto contado pela sua mãe, fiz um breve comentário no mural do Facebook da mãe da criança sobre o assunto e recebi, hoje,  esta mensagem no meu e-mail, que me é tão gratificante e que representa para mim uma avaliação positiva do meu trabalho:

"Olá Leonor,
Parece que ele percebeu esta mensagem, e muitas outras que ao longo destes três anos lhe passou a ele e a todos os seus "meninos do coração", uma das respostas certas da altura certa, como é hábito no Rodrigo, uma frase verdadeira que mostra todo o carinho, atenção e formação que lhe deu.....
Parece uma história , mas aconteceu de verdade......
O Rodrigo foi à missa, e após a Homilia o Sr. Padre perguntou aos meninos:
- Têm Jesus no vosso coração?
responderam , sim
- Rezam todos os dias?
responderam, sim
- E se um amigo vosso vos batesse? O que fariam, Batiam-lhe também?
resposta de imediato do Rodrigo - Não , conversávamos sobre o assunto e e resolvíamos a situação a conversar....

O sr. Padre ficou muito admirado com a resposta, assim como os meus vizinhos que o tinham levado à missa, o sr. Padre ainda manifestou uma frase , muito bem!, é pena que a igreja esteja quase vazia, pois todas as pessoas deveriam ter este pensamento e esta atitude.....

Esta frase, demonstra mais uma vez ,que o "o nosso menino "assimilou muito bem a mensagem que a Leonor lhes transmitiu ao longo destes anos.....

Sou-lhe muito grata por toda a formação que lhe passou durante estes anos, ele vai ter muitas saudades suas.....
Obrigada
Beijos grandes

Carla Branco (Rodrigo Branco)

domingo, 11 de julho de 2010

O ebook como ferramenta de trabalho

 Myebook - Crianças - click here to open my ebook

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Boas férias

Para quem já teve a felicidade de estar para ir, ou já foi, de férias, aqui deixo umas ilustrações belíssimas da nossa ilustradora Sandra Nascimento.


quinta-feira, 1 de julho de 2010

A boa educação dos alunos na escola já vem de casa ...

Recebi por e-mail, e, por conseguinte, as palavras que se seguem não são da minha responsabilidade, mas  achei interessantes estas medidas britânicas e resolvi aqui partilhar. De facto, advogo que desde o mais cedo possível, mesmo ainda quando são bebés, as crianças têm de saber os seus limites, o que podem e o que não podem fazer, ou dizer, ou seja: o que é "Sim" e o que é "Não".

"O exemplo britânico. Os pais dos alunos com comportamentos violentos nas escolas britânicas vão passar a ser multados num valor que pode ir até aos 1450 euros. 'As intimidações verbais e físicas não podem continuar a ser toleradas nas nossas escolas, seja quais forem as motivações' sublinhou a Secretária de Estado para as Escolas. Disse também que ' as crianças têm de distinguir o bem e o mal e saber que haverá consequências se ultrapassarem a fronteira'. Acrescentou ainda que 'vão reforçar a autoridade dos professores, dando-lhes confiança e apoio para que tomem atitudes firmes face a todas formas de má conduta por parte dos alunos'. A governante garantiu que 'as novas regras transmitem aos pais uma mensagem bem clara para que percebam que a escola não vai tolerar que eles não assumam as suas responsabilidades em caso de comportamento violento dos seus filhos. Estas medidas serão sustentadas em ordens judiciais para que assumam os seus deveres de pais e em cursos de educação para os pais, com multas que podem chegar às mil libras se não cumprirem as decisões dos tribunais'. O Livro Branco dá ainda aos professores um direito 'claro' de submeter os alunos à disciplina e de usar a força de modo razoável para a obter, se necessário. 
Em Portugal, como todos sabemos, o panorama é radicalmente diferente. Por cá, continua a vingar a teoria do coitadinho
há que desculpabilizar as crianças até ao limite do possível, pois considera-se que o aluno é intrinsecamente bem formado, o que o leva a assumir comportamentos desviantes são factores externos (contexto social e familiar) que ele coitado não consegue superar. Temos assim que o aluno raramente é penalizado e quando o é, os castigos ficam-se na sua maioria por penas ligeiras, não vá correr-se o risco de o menino/a sofrer traumas que o podem marcar para o resto da vida. As notícias sobre actos de vandalismo, de agressão, de indisciplina e de violência praticados em contexto escolar que, com progressiva frequência vamos conhecendo, deviam merecer da parte de quem tutela a educação, medidas mais enérgicas que infelizmente tardam em chegar."

 
Templates Mamanunes