terça-feira, 12 de outubro de 2010

Marmelada que é doce!

Quando terminamos uma história dizemos sempre:
- "E história acabada e vai um bocadinho de bolo da mãe Sónia", que foi o ano passado que a Sónia, mãe do Martim veio à nossa sala fazer um bolo connosco.
E ainda dizemos:
- "História acabada e a nossa boca cheia de marmelada!". Mas nunca houve marmelada! Como a Leonor disse que no fim-de-semana fez um pouquinho de marmelada na sua casa e como nós queríamos que ela trouxesse, ela sugeriu que a fizéssemos na sala. Ontem pensámos no que era preciso para fazer marmelada e decidimos quem trazia o quê. E hoje lá veio a balança de cozinha que o Guilherme Ginja trouxe, a colher de pau que trouxe o João, açúcar  que trouxe a Mariana e outros meninos (já nem lembro quem, desculpem) trouxeram e a Lurdes, a nossa auxiliar desta semana, ofereceu-se para trazer os marmelos, que tinha lá no seu terreno. Pesámos os marmelos e cada Kilo tinha 12 a 13 marmelos e tínhamos 8 Kilos. Quem tomou nota dos kilos foi a Leonor pequena e ela já fez a conta assim:
                1+1+1+1+1+1+1+1=8
Todos provámos o marmelo cru com o órgão do paladar, que é a língua. Mas já sabemos os órgãos e os outros sentidos, porque a Leonor de vez em quando faz experiências connosco e vamos-nos lembrando:
- sentido do paladar é a língua;
- sentido da visão são os olhos;
- sentido da audição são os ouvidos;
- sentido do olfacto é o nariz;
- sentido do tacto é toda a pele
- e ainda temos o sentido do equilíbrio, que é aquele que nos permite estar em pé, equilibrados.





9 Comments:

Anónimo said...

Bem,tou cheia de agua na boca!
"Historia acabada,a mae Isabel,nao provou a marmelada"!
Temos pena!
BJS e abraços,da mae Isabel:)

Padmé said...

Leonor, o meu filho Manuel anda sempre a dizer que quer uma máquina de fazer sumos para levar para a escola, daquelas que rodam... Já a trouxe, é para mandar para aí? ou é ele que está a sonhar?
Espero que se ande a portar melhor...
Tenho a certeza que ele não provou a marmelada...lol!
Quando for preciso mandar alguma coisa por favor anote no caderninho :)

Laura

Paula Duarte said...

Adorei esse verso.
Que deliciosas actividades têm desenvolvido.
Beijinhos da Paula.
(eu adoro marmelada)

Galega Encarnada said...

Olá, D. Laura
Por acaso todos provámos hoje a marmelada e ele também. E gostou! Ele e a Bárbara, que dizia que também não gostava, renderam-se ao doce ... Até porque neste "cortámos" imenso no açúcar e doces caseiros fazem muito melhor, como vou dizendo.
Quanto à máquina de sumos, de facto, quase todos os dias eles me falam dela, porque fui eu que noutro dia disse que levava a minha, porque tínhamos muita fruta. Como quase de seguida ficámos sem fruta suficiente, eu não levei, mas eles nem por isso se esqueceram, bem como da conversa que os sumos naturais têm menos açúcar que os de compra, fazem melhor à saúde, etc. etc.
Quanto aos recados, propositadamente alguns são "via oral", os menos importantes, para que eles também se habituem a dar recados e a responsabilizarem-se por aquilo que se comprometem, nem tanto comigo, mas com o grupo. Se quiser mandar a máquina, já que ele tanto quer, pode enviar, mas aviso já que é para demorar, pois só devo ter fruta para fazer sumo para 2,3 crianças por dia.
E sim, melhorou imenso o relacionamento com os outros e vou sempre dando o reforço por isso no final do dia. Parece que tem resultado, não? :)
Beijos e obrigado por passar por aqui.
Leonor

Galega Encarnada said...

D. Isabel ... Lamento, mas não há marmelada para enviar para casa! :(
Hoje estivemos ocupados a fazer conjuntos com o número de salas e a somar as pessoas a quem devemos oferecer marmelada amanhã, que por coincidência é o Dia Mundial da Alimentação. E foram 14 tacinhas de doce que fizemos! Amanhã aproveitamos para conhecer as salas do 1º ciclo, pois ainda não tinha havido essa oportunidade para os que entraram este ano, e oferecemos o doce. Fica para a próxima!
Beijinhos para si,
leonor

Padmé said...

Também eu muito me admirei quando ele me disse que tinha provado a marmelada e que tinha gostado... (falava-me numa marmelada verde?!?!) Fiquei muito contente, porque ele é um esquisito e odeia provar coisas novas. Amanhã mando então a máquina e algumas laranjas de fazer sumo que comprei para fazer, mas se a máquina vai para aí... vão também as laranjas ;)
Suspeito que os recado "via oral" não cheguem até casa porque ele nunca diz nada do que se passa na escola se não for eu a arrancar a saca-rolhas. Agora vem sempre muito contente a dizer que se portou muito bem, estamos mais aliviados, vamos ver se é para ficar. Curiosamente ficou MUITO preocupado quando eu fui à reunião de pais, à noite, na escola dele, perguntou-me tudo, tudo!! Estava muito apreensivo...
beijos e obrigada eu por este blogue fantástico, passo por cá todos os dias,

Laura

M. Jesus Sousa (Juca) said...

Ena pá, tantas aprendizagens e tão docinhas!
Também gostávamos de provar dessa marmelada... mas como estamos muito longe, vamos cozinhar qualquer coisinha também! Vai ser uma tarde de um fruto de Outono, a noz.

Bjs, Juca e sala Fixe

Galega Encarnada said...

Juca, se estivessem mais perto ainda se arranjava uma 15ª! :)
Beijocas e ... adoro noz!

Galega Encarnada said...

A marmelada é castanha, não ando a dar coisas verdes aos meninos! lololol Vou ter de ver essas cores com ele!
Não sei porque é que ele ficou tão apreensivo ... mas até me parece saudável. Quanto aos recados, não se preocupe, com o tempo isso vai. Claro que os mais importantes vão no caderno.
E fico feliz se este blogue vai ao encontro dos pais, pelo menos de alguns, pois colocando-me na perspectiva dos pais, também eu gostaria de saber o que os filhotes vão fazendo e esse é o objectivo. Nem sempre tenho é muito tempo disponível, e paciência, para pedagogicamente explicar todas as opções tomadas e actividades realizadas. Mas as palavra dadas e as actividades propostas e realizadas têm sempre intencionalidade pedagógica.
Obrigada.
Leonor

 
Templates Mamanunes