sexta-feira, 23 de abril de 2010

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor


(ilustração de Jacques Despres  e aqui )
Hoje fizemos uma actividade diferente: entre as 10:00 e as 10:10 todos os meninos, docentes e professores  da nossa escola pararam o que estavam a fazer, para dedicar esses 10 minutos exclusivamente à leitura. No pré-escolar foram as educadoras que contaram uma história, mas na nossa sala não. Na nossa sala foi a mãe da Margarida Dias, a D. Diamantina, que nos foi ler uma história, que por acaso nós já tínhamos trabalhado o ano passado e já nem nos lembrávamos: "O dia em que o mar desapareceu", cujo autor é o José Fanha.
 Este livro veio mesmo a propósito, pois ontem comemorámos o Dia Mundial do Ambiente e este livro trata mesmo disso: de preservarmos a saúde dos mares!
Muito obrigado à D.Diamantina e se quiser ver como foi este momento de "pare e leia", vá aqui, à Casa do Folhas.
Fica aqui, mais uma vez, pois o convite já foi feito na última reunião de pais, um convite, e um desafio, a todas as mães e pais que queiram, e possam, para nos virem contar histórias! Já vieram duas: a D. Isabel, mãe da Bárbara, e a D. Diamantina. E as duas na mesma semana! Que sorte ...
Na sexta-feira, na parte da tarde, na nossa hora de irmos à Casa do Folhas, e embora o Pedro não estivesse lá, nós fomos ver um filme muito giro, que se chamava "O Incrível Rapaz Que Comia Livros", uma história escrita por Oliver Jeffers, da Editora Orfeu Negro. Aqui fica o vídeo que nós vimos.

9 Comments:

Anónimo said...

Ola Galega Encarnada.Espero que nao se importe de deixar aqui o meu agradecimento,a esta mae que fez com que,mais uma vez estas crianças se senticem CONFIANTES e FELIZES .O meu muito obrigada á mae e a esta educadora que nos deixa mimar os nossos filhos no seu MUNDO.Beijinhos:)HÁ lá coisa melhor que ver um filho sorrir, com orgulho dos pais?E ja agora,faço novamente o convite, em nome de todos desta SALA,o nosso tempo e tam pouco,mas 5mts nao custa nada e eles ficam super hiper mega contentes.UM GRANDE BEM-HAJA,A TODOS!Isabel

Anónimo said...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Galega Encarnada said...

O último comentário anónimo foi removido, pois não se aceitam palavras menos próprias nem faltas de respeito neste espaço, que é o que considero, pois não sei o autor do post anterior e nem lhe notei qualquer tom amistoso. Por conseguinte, Sr/Sra anónimo/a, eu não me escondo nessa foto que está no meu perfil, ela está como foto de perfil, porque aquele fantoche foi construído pelas crianças e é a mascote do grupo, percebeu? E, se correr o blogue, encontrará a minha foto.
E peço-lhe, se de facto o que encontrei no seu "tom" foi algo negativo, não volte. Não é bem-vindo.

Galega Encarnada said...

Sr/Sra Anónimo/a
Ao fim de 26 anos de serviço e muita, muita formação na área da educação da criança, nunca tive e nem terei "ninguém à perna", utilizando a sua expressão. Contudo, e lamentavelmente, parece que tenho pouca formação na área da educação de adultos/pais, pois a alguns já não se consegue dar um pouco de educação, como parece ser o seu caso.
Fique bem.

Galega Encarnada said...

Escrevi ontem no blogue de uma colega, que também teve um comentário anónimo pouco simpático, "colando-o" aqui, por ser também oportuno. E comentei eu à Paula Duarte (http://perlimpimpim-onossojardim.blogspot.com):
"Os comentários que em nada contribuem para o nosso crescimento, quer profissional quer pessoal, e que ainda por cima se escondem atrás do anonimato, não merecem, sequer, ser considerados. E muito menos serem publicados. Simplesmente ignorados na sua total ignorância e incompetência de serem assertivos e construtivos.
Contudo, compreendo a tua indignação, pois também já me aconteceu. Uma vez por outra, lá se nos atravessa um "pedregulho" destes no nosso caminho.
Beijinhos para ti e para ele, esse anónimo, o meu mais profundo pesar por aquilo que ele é: anónimo!"

Anónimo said...

Galega Encarnada,sempre ouvi dizer que:A QUEM AOS MEUS DÁ,A MINHA BOCA ADOÇA!Tenho pena que ainda haja pessoas,com pouco ou nenhum nivel,ao ponto de a fazer dar este tipo de resposta.Para alem de eu nao ter curso algum,percebo perfeitamente o que sente,ate que tomo conta de crianças,e por vezes sinto uma enorme ignorancia,porque e raro os pais darem valor a quem fica e tenta dar um pouco de educaçao a seus filhos,que sao depositados,e so os veem a noite 2 mts,e por vezes DIALOGO nao HÁ!Espero que nao se tenha importado com o meu desagarado,perante o ANONIMO/A,e nem pelo meu desabafo.BEIJINHOS:ISABEL

Galega Encarnada said...

Bem-haja, D.Isabel, pelas suas palavras. Há 2 anos também tinha um blogue (http://galegaencarnada.blogspot.com/) e um comentário deste tipo, certamente da mesma pessoa, talvez encarregado de educação, fez com que eu nada mais publicasse e o ano passado não mantive blogue. Foi a pensar nos muitos pais que gostam de saber coisas dos seus filhos, apesar do pouco tempo que a vida de hoje nos deixa para além das obrigações profissionais, que resolvi, com o sacrifício do meu tempo pessoal e extra ao meu tempo lectivo, manter este blogue. Mas este anónimo/a, penso que encarregado de educação, parece estar pouco satisfeito comigo e/ou o meu trabalho e, quanto a isso, eu digo que, por enquanto, a frequência da educação pré-escolar ainda é facultativa, ou seja, as crianças até aos 6 anos e com idade obrigatória no 1º ciclo, só frequentam se os pais o quiserem, não são obrigadas a frequentar o jardim-de-infância. Além do mais, é de facto fácil insultar anonimamente e dar azo ao seu azedume, insatisfação consigo mesmo e com a vida, à sua frustração por não poder ser mais do que aquilo que é:um ser menor, pequeno e mal-formado na sua vida mental, espiritual e na sua total ausência de formação académica, pois nem escrever sabe fazer, dando erros e construindo erradamente as frases. A inveja é uma coisa má e, sendo eu crente em Deus, eu Lhe peço que afaste dos meus caminhos os meus inimigos, as pessoas invejosas e mal-formadas.
Lá diz o ditado:"Deus nos livre de quem mal nos quer e bem nos fala",pois no meu dia-a-dia ninguém se revelou com tanto azedume como aqui anonimamente.
"Deus nos livre dos inimigos e dos maus vizinhos".

M. Jesus Sousa (Juca) said...

Olá Leonor,

Não te deixes afectar por mal-dizeres anónimos de pessoas sem carácter, que nada mais fazem senão "cuscar" no trabalho empenhado e de qualidade dos outros para o denegrir, sem qualquer razão ou motivo.

Os anónimos que por aí andam - eu também já recebi um ou outro comentário desses - são apenas mnanifestações de "dor de cotovelo" pois se fossem pessoas bem-formadas e quisessem fazer críticas construtivas "davam a cara", tal como nós fazemos pelo nosso trabalho.

Não te deixes afectar: carrega no delete e pronto, remete-os à insignificância que têm.

Continuo a gostar de cá vir e a aprender muito convosco.

Bjs para todos,
Juca e Sala Fixe

Galega Encarnada said...

Olá, Juca
Obrigado pelas palavras. Pois já gastei o suficiente do meu precioso tempo com aquele tipo de comentários inúteis e desprovidos de qualquer significado para o meu crescimento pessoal e/ou profissional.
Beijos para ti e eu também vou aprendendo muito contigo e com as colegas que sigo on line.

 
Templates Mamanunes