domingo, 27 de setembro de 2009

Eu nunca na vida comerei tomate ...


Na sexta-feira de tarde, quando a Leonor instalou as novas colunas no computador, logo começamos a dançar e, como a Sala Azul se juntou a nós, afastámos as cadeiras e as mesas para termos mais espaço. E porque não chamar os amigos das outras salas? E eles lá vieram ... mas como o espaço era pouco para tantos e já estávamos muito agitados, a Leonor contou-nos a história de uma menina, a Lola, que não gostava de comer nada! Nem ervilhas, nem batatas, nem brócolos, nem couves, nem cenouras, nem bananas ... e nunca... nunca na vida havia de comer tomate! Mas o irmão era mais espertalhão e a brincar, a brincar ... a Lola comeu de tudo e até pediu o tomate pensando que eram bocados de lua! E agora nós queremos fazer doce de tomate na sala!!!!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

A terrivel BRUXA ARREGANHA DENTES!



A Ana recebeu o nosso e-mail e respondeu-nos, dizendo que vinha hoje (24 Setembro) à nossa sala contar-nos novamente, mais uma vez, a história "A bruxa arreganha dentes". ADORÁMOS!ADORÁMOS! Obrigado, Ana, e volta sempre.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Temos de aproveitar estes dias de sol ... e arejar as cabeças!



 


E palavras para quê? No recreio brincamos à vontade com todos os nossos amigos!!!

Temos tantas saudades de alguns amigos!



Temos muitas saudades da Ana e do Henrique! Assim, com a ajuda da Leonor resolvemos escrever-lhes um e-mail que dizia assim:
-Galega Encarnada
para Ana

mostrar detalhes 14:15 (Há 9 horas)

GOSTO MUITO DE TI E PEÇO TE OUE NOS VENHAS CONTAR A HISTORIA DA BRUXA ARREGANHA DENTES.
MUITOS BEIJINHOS PARA TI.

INÊS E CAROLINA
-temos saudades

-Galega Encarnada
para Henrique


mostrar detalhes 15:26 (Há 8 horas)


TEMO S SAUDADES TUAS. SABES QUE O PETER VEIO PASSAR FÉRIAS A PORTUGAL E JÁ FALA PORTUGUÊS? E JÁ FOMOS Á SALA AMARELA CONTAR UMA HISTÓRIA E AGORA VAMOS À SALA AZUL E VERDE.

BEIJOS PARA TI da Carolina E VEM-NOS VISITAR.

E já recebemos a resposta do Henrique:
Caros amigos e amigas da Sala Encarnada,
Eu também tenho muitas saudades vossas.
Como a Leonor já vos disse, agora estou em outra Escola, mas, como estou mais ou menos perto de vocês, tentarei passar pela Póvoa da Galega em breve, para vos rever e abraçar.
Beijinhos a todos e boas actividades (que eu tenho acompanhado pela internet!)

Hum ... como é bom ir ao Polidesportivo!



 


O tão esperado dia de irmos ao Polidesportivo! Hoje era só para utilizarmos as bolas e os arcos, mas quisemos utilizar todo o material, porque tínhamos saudades. E não é que até os mais novos quiseram experimentar tudo? Ajudámos a montar o material e a arrumá-lo no final da aula e terminámos com o Jogo das Estátuas. Foi muito bom e agora vamos passar a ir todas as terças feiras, das 9h.15. às 10h.

Só para pais ...

Só para Pais (com filhos no jardim de Infância)

1. "Proibido insultar o jardim-de-infância chamando-lhe "escolinha". Em primeiro lugar, porque é uma escola. Em segundo, porque todas as escolas ganhavam se ligassem Brincar com aprender.
2. É proibido que os pais imaginem que o jardim-de-infância serve para aprender a ler e contar. Ele é útil para aprender a descobrir os sentimentos. Para aprender a imaginar e a fantasiar. Para aprender com o corpo, com a música e com a pintura. E para brincar. Uma criança que não brinque deve preocupar mais os pais do que se ela fizer uma ou outra birra, pela manhã ao chegar.
3. O jardim-de-infância assusta as crianças sempre que os pais – como quem sossega nelas os medos deles por mais um dia de jardim-de-infância - lhes repetem: " Hoje vai correr tudo bem!"
4. Os pais estão proibidos de despedir-se muitas vezes das crianças, ao chegarem todos os dias. E é bom que se decidam: ou ficam contentes por elas correrem para os amigos ou ficam contentes por elas se agarrarem ao pescoço deles, com se estivessem prestes a ser abandonadas para sempre.
5. É proibido que as crianças vão dia-sim dia-não ao jardim-de-infância. E que vão, simplesmente, quando os seus caprichos infantis vão de férias. E que não vão " só porque sim". O jardim-de-infância não é um trabalho para os mais pequenos. É uma bela oportunidade para os pais não se esquecerem que se pode amar o conhecimento, namorar com a vida, nunca ser feliz sozinho e brincar, ao mesmo tempo.
6. No jardim-de-infância não é obrigatório comer até à última colher; nem dormir todos os dias. E não é nada mau que uma criança se baralhe e chame pai/mãe ao educador/a (ou vice-versa).
7. Os pais estão obrigados a estar a horas quando se trata duma criança regressar a casa. Prometer e faltar devia dar direito a que os pais fossem sujeitos classificados como tendo necessidades educativas especiais.
8. Os pais não podem exigir aos filhos relatórios de cada dia de jardim-de-infância. Mas estão autorizados a ficar preocupados se as crianças forem ficando mais resmungonas, mais tristonhas ou, até, mais aflitas, sempre que regressam de lá. E estão, ainda, autorizados a proibir que o jardim-de-infância só se abra para eles durante as festas.
9. O jardim-de-infância é uma escola de pais. E um lugar onde os educadores são educados pelas crianças. Um lugar onde todos se educam uns aos outros não é uma escola como as outras. É um jardim-de-infância.
10. Um dia, num mundo mais amigo das crianças, todas as escolas serão jardins-de-infância!"

Por Eduardo Sá (Psicólogo)

Fomos à Casa do Folhas



No dia 17 fomos apresentar toda a escola aos meninos novos que entraram este ano e visitámos os nossos amigos do 1º Ciclo. Ah! E também vimos a Sala de Isolamento, que é aquela sala para onde poderemos ir se tivermos febre. Já sabemos que quem nos acompanhar vai usar bata, luvas e máscara, enquanto chama os nossos pais e não nos vamos assustar, porque agora já sabemos. No dia seguinte, fomos à casa do Folhas conhecer melhor o Prof Pedro, que é quem lá "vive" agora com o Folhas, e procurar a nossa caixa para transportar os livros requisitados. A Leonor teve de tirar quase todas as caixas, ler o que elas diziam e fez uma torre muito alta! Ficou mais alta do que ela e mais alta do que o Pedro. Os lados da nossa caixa são rectangulares, têm a forma de um rectângulo, e reconhece-mo-la pelos nossos riscos que são encarnados! De tarde, a sala 1, da prof. Susana veio retribuir a nossa visita e os nossos amigos leram-nos um poema. Foi muito giro e gostámos muito da visita.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A 1ª saída deste ano ...




Hoje, que é dia 21, Dia da Paz, resolvemos sair todos a seguir ao almoço, porque estava um lindo dia de sol e quisemos ir mostrar aos amigos novos (grandes e pequenos!)o nosso campo das árvores. Antes de sair, relembrámos as regras: não passar à frente do adulto ou dos amigos que vão à frente, não ficar para trás do último adulto, não passar a estrada sem antes um adulto ver se podemos atravessar em segurança, caminhar ao longo da estrada, encostados à berma. E lá fomos ... mas sabem o que aconteceu? A ponte estava muito velhinha e caiu! Não podemos atravessar! Então fizemos o jogo de encontrar o lenço (era a Sónia quem o tinha no bolso, bem escondido), atravessámos o campo e regressámos à escola.
Da próxima vez, temos de ir à volta para chegar às árvores ou construir uma nova ponte. Quem nos pode ajudar?

Gripe, para começar o ano ...

No nosso segundo dia de escola, fomos à Casa do Folhas ver um filme sobre a Gripe A e aprendemos quais os comportamentos que devemos ter para evitar o possível contágio: como lavar muito bem as mãos e a seguir desinfecta-las com bio-alcool, tossir ou espirrar para um lenço de papel ou ante-braço e estar atento aos sinais:febre, dor no corpo, vómitos e diarreia. Estes sintomas todos, ou quase todos, podem dizer-nos que a nossa "terrível inimiga - Gripe-A" - chegou!

Olha a Gripe A...

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Procuraremos neste ano lectivo 2009-2010, ser mais assíduos neste espaço inter-activo.

 
Templates Mamanunes